São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Agosto 02, 2018 - 00:07

Pivô de denúncia na SSM cita envolvimento de Shakespeare

Retorno. Shakespeare Carvalho deve concorrer a deputado esse ano

Retorno. Shakespeare Carvalho deve concorrer a deputado esse ano

Foto: Arquivo OVALE

Responsável pela gravação usada como base na denúncia apontada pelo Ministério Público, ex-funcionário diz que esquema tentou 'recrutá-lo' a pedido de ex-presidente da Câmara; Carlinhos e Felicio fizeram sindicância para apurar irregularidades

Caique Toledo e Thais [email protected]

Ex-presidente da Câmara de São José e candidato a prefeito nas últimas eleições municipais, Shakespeare Carvalho (PRB) é citado no esquema de corrupção envolvendo a antiga SSM (Secretaria de Serviços Municipais) da prefeitura durante a gestão Carlinhos Almeida (PT).

Pivô da denúncia do Ministério Público que aponta o esquema, o ex-funcionário João Batista da Cunha 'Alemão', responsável pela gravação dos áudios que são base do documento, afirma que Shakespeare teria pedido para o chefe de divisão da regional da SSM 'recrutá-lo' para participar da ação.

Na gravação, citada pelo MP, Edmar Pereira, chefe de divisão na SSM na época, diz que, a pedido de Shakespeare, resolveu 'convocar' Alemão para o esquema.

O denunciado também dá detalhes sobre o suposto acordo, que seria realizado com outros funcionários da secretaria -- exonerados depois.

De acordo com Alemão, ele não foi procurado pelo MP para compor a denúncia. Os dados foram encaminhados por uma sindicância aberta pela prefeitura na própria gestão do PT e concluída com Felicio Ramuth (PSDB).

"O nome do [ex-]vereador não é citado na transcrição de áudio incluída nos documentos da auditoria", afirmou Alemão, que também diz acreditar que o ex-secretário Antonio Carlos Wolff Naldony, citado na denúncia do MP, não teria envolvimento no acordo.

Representantes da Promotoria não foram encontrados para comentar as acusações do denunciante.

O esquema consistia em fabricar notas fiscais de fornecimento de pedras que não eram entregues ou que eram recebidos com menos carga. As notas incluíam até mesmo placas de veículos incapazes de transportar pedras, como motos.

Edmar não foi encontrado pela reportagem. Naldony afirma que assim que soube do caso exonerou os envolvidos e que está à disposição do MP.

Shake nega acusações e participação de reuniões com nomes comissionados

O ex-vereador Shakespeare Carvalho afirmou que a conversa entre funcionários da prefeitura, nomeados pelo ex-prefeito, cita seu nome sem 'contexto algum'.

"Não participei de conversa reunião acordo esquema algum, até porque na denúncia apresentada ao MP não existe qualquer citação ou investigação de meu nome", afirmou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO