São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Nossa Região
Agosto 07, 2018 - 19:17

Polícia prende falso motorista acusado de estuprar mulher em São José

Homem foi encontrado por uma policial da DDM no bairro Martins Pereira traficando drogas.

DDM. Prisão foi efetuada por policial feminina no Jardim Paulista

Foto: Divulgação

Uma policial da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), acaba de efetuar a prisão do homem acusado de render um motorista de aplicativo e estuprar uma mulher em São José dos Campos na última sexta-feira (3)

Julia Carvalho e Nathália Prado

Uma policial da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), acaba de efetuar a prisão do homem acusado de render um motorista de aplicativo e estuprar uma mulher em São José dos Campos na última sexta-feira (3).

De acordo com a delegada da DDM, Vânia de Oliveira, a polícia encontrou o homem por meio de imagens. Ele foi encontrado por uma policial no bairro Jardim Paulista, próximo ao estádio Martins Pereira, traficando drogas.

Ao tentar efetuar a prisão, o indivíduo tentou pegar a arma da policial, que atirou contra o homem. O disparo acertou a perna do suspeito, que foi encaminhado para o Hospital Municipal.

De acordo com a polícia, o tiro não acertou nenhum osso e o homem não passará por cirurgia, sendo deslocado para a delegacia ainda nesta terça-feira (7).

A polícia ainda informou que o indivíduo foi reconhecido pela vitima.

O CASO.

Uma mulher com cerca de 28 anos viveu um drama na madrugada de sábado (3) em São José dos Campos.

Ela foi sequestrada, ameaçada e depois estuprada por um falso motorista de aplicativo de transporte. E tudo aconteceu com a moça acompanhada da filha de 3 anos.

O crime começou às 22h30 da noite desta sexta-feira, quando a mulher chamou um aplicativo de transporte para ir à casa da mãe. Ela estava em uma casa na região leste, acompanhada da filha de 3 anos.

Quando o carro chegou, a mulher embarcou com a filha, sem suspeitar de que o verdadeiro motorista do veículo estava amarrado e preso no porta-malas do carro.

Após cerca de 5 minutos, o falso motorista apontou uma arma para a mulher e anunciou um assalto. Mas ele não queria apenas os pertences dela.

Ela foi estuprada e depois libertada pelo criminoso, que deu R$ 50 para ela pedir o transporte. O carro usado por ele também foi abandonado.

Tanto a mulher quanto o motorista que estava preso no porta-malas procuraram a delegacia em São José, no plantão da região sul.

Ela também foi ao hospital para receber medicamentos e tratamento após o estupro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO