São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Viver
Julho 30, 2018 - 23:24

Jornalismo se despede de Maria Encarnação, ícone do colunismo social

Paula Maria [email protected]

Se nos anos 1980 era moda o uso de cores como azul, rosa choque, laranja... Aqui em São José, naquela época, uma cor passou a ser constantemente evitada: verde. Ao menos entre os membros da alta sociedade. Afinal, ninguém queria ser reconhecida como a "Dama de Verde".

A responsável pela criação da temida alcunha foi Maria Encarnação, badalada colunista social de São José dos Campos, que morreu no último domingo (29), aos 80 anos de idade. Como legado público, mais de 35 anos de colunismo social.

"Ninguém sabia quem era a tal 'Dama de Verde' que ela comentava nas colunas. Isso virou um burburinho imenso. Ninguém queria usar verde", lembrou Marilda Serrano, também colunista, amiga de Maria Encarnação desde antes de seu envolvimento com o jornalismo.

"Mal sabiam as pessoas, que a 'Dama de Verde' não era só uma pessoa. Mas, uma forma que Encarnação encontrou de contar na sua coluna alguma gafe que alguém tenha cometido em um evento", revelou ela.

OBSERVADORA.

Formada em direito, no Rio de Janeiro, Maria Encarnação chegou a São José na década de 1970.

Com a carreira iniciada no jornal do Tênis Clube já como colunista, ela passou pela extinta Rádio Clube AM e pelo jornal "Agora" e logo foi convidada a escrever no "Valeparaibano". Em 1991, ela fundou o "Light News".

"Encarnação representou um período marcante dentro da história social de São José. Era obrigatório ler a sua coluna pelas manhãs. E todos tinham de ler: políticos, empresários, artistas e, principalmente, as socialites da região", contou o jornalista José Luiz Souza, colunista social de OVALE.

"Encarnação foi responsável por impor um novo estilo ao colunismo social. Ela soube retratar a São José em transformação, a cidade que explodiu nos anos 1970, 1980, 1990, com seus personagens, seus valores e seus segredos. Com isso, fez escola", escreveu Hél-

cio Costa, ex-editor chefe de OVALE, em seu blog "Dois pontos".

Eram de Maria Encarnação ainda algumas das celebrações mais disputadas que ocorriam na cidade. "Suas festas na Number Two, principalmente, as que apresentavam as 'Dez Mais da Sociedade'; as reuniões movimentadas no Ponto de Encontro da Marinella; e suas exposições com aquarelas expressando o colorido de como ela encarava a vida vão estar para sempre na memória de quem acompanhou a sua carreira", lembrou José Luiz Souza.

Memórias.

Para Jussi Ramos, diretora de comunicação da Prefeitura de São José, Maria Encarnação foi uma referência no seu início de carreira.

"Naquela época, cada jornalista do 'Valeparaibano' tinha um 'piruzinho' (como um gaveteiro) e uma máquina de escrever. E, quando ela chegava pela manhã, eu ficava pensando no que ela iria revelar no dia seguinte. Para nós, 'focas' (como são chamados jornalista em início de carreira), ela foi uma grande professora. Sempre um bom papo, com um olhar crítico para o jornalismo e o cenário político local. Mulher forte, de opinião e com muito estilo", lembrou.

A jornalista Ana Mattos, filha da colunista social Neusa Mantovani, conta que, durante anos, Encarnação e sua mãe se falavam religiosamente todas às sextas-feiras ao telefone.

"Quando a minha mãe morreu, em 2009, na sexta-feira seguinte pela manhã, Encarnação me ligou. Perguntou como eu estava, queria conversar. E assim durou por um tempinho, ela me ligando todas as sextas, querendo mostrar que estava ali caso eu precisasse", disse Ana, que conheceu a colunista quando era pequena.

"Tenho muitas lembranças boas. Como diria minha mãe: muita gente não conhece a história da Encarnação, mas ela é uma mulher guerreira", finalizou.

LUTO.

O prefeito Felicio Ramuth (PSDB) decretou três dias de luto oficial na cidade. O corpo da colunista foi velado na Câmara de São José, seu enterro ocorreu ontem (30), no cemitério Parque das Flores, no Jardim Morumbi.

Maria Encarnação deixa dois filhos, um neto e saudades..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO