São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Viver
Julho 27, 2018 - 23:24

Di Ferrero revela nova fase musical em apresentação gratuita em São José

Di Ferrero

Di Ferrero

Foto: Divulgação

Thais [email protected]_thaisleite

Reinvenção é a palavra que traduz a nova fase de Di Ferrero. O menino que começou cantando em cultos da LBV (Legião da Boa Vontade), com oito anos, e passou aproximadamente 13 anos de vida ao lado de quatro companheiros do NX Zero, aproveita a pausa anunciada pela banda em 2017 para apostar em si mesmo.

O anúncio de um novo ciclo já pôde ser interpretado nas frases iniciais de "Sentença", sua primeira música de trabalho. "Em outro momento, em outro tempo, faça sentido. Você me disse: quando esse som tocar, seu coração lembrar, 'cê' vai olhar 'pra' trás, mas não vai me ver". O videoclipe da canção, publicado há quatro meses, contabiliza mais de 2 milhões de visualizações no YouTube.

Com um som diferente daquele conhecido por seus fãs, mas com a descontração de sempre, Di Ferrero se apresenta em São José, neste sábado (28), no Centro da Juventude.

No repertório, as novas músicas de trabalho. Ou seja, quem espera assistir a uma apresentação cheia de guitarras, com "pegada" emocore, provavelmente se surpreenderá. Influenciado pelo R&B, a nova fase de Di só traz uma regra: não seguir padrões.

"Creio que ir a qualquer lugar e fazer qualquer estilo de som sendo você mesmo é a coisa mais original que se pode fazer. É não deixar de fazer algo achando que não irá combinar contigo", cravou o mato-grossense Diego José Ferrero, de 32 anos.

E ele não está sozinho: a nova fase do cantor traz músicas ao lado de artistas como IZA, Rael, Tropkillaz e Emicida.

E a essência eclética não deve ficar só no Brasil: Di Ferrero, que já morou na Argentina, relembrou o espanhol trabalhando com um compositor colombiano, buscou novas referências junto com Mateus Asato - guitarrista que já integrou a banda de Jessie J - e assina, ao seu lado, a mais nova música: "No mesmo lugar".

"Essa canção tem uma pegada 'meio' Bruno Mars, anos 1950, 'meio' bailinho. Bem diferente de 'Sentença'", avaliou.

Play.

A aposta na riqueza de ritmos e em combinações diferentes integra um Di Ferrero que, como ele mesmo diz, terá de ser escutado para ser conhecido. "Já tentei resumir quem eu sou, mas é complicado. Quem sou eu está estampado no meu som".

Sem se limitar a somente um estilo, a aposta na carreira solo também acompanha novos desafios. "Agora eu tenho uma responsabilidade com certeza maior porque é o meu nome", continuou.

Feliz, Di não esconde o frio na barriga de entrar em um palco sozinho, mas a sensação responde a um antigo desejo de experimentações. "Eu me sinto em uma nova fase, dá tesão estar no palco e se reinventar. É algo que todo o mundo precisa: sair da caixinha. Seguir padrão é uma coisa que eu não consigo".

"Sou muito grato ao NX, somos irmãos, mas é preciso se reinventar, navegar, é um novo ciclo. Isso aí é viver".

Pause.

Por falar em NX Zero, a estreia de Di Ferrero em carreira solo ocorreu dois meses após a pausa anunciada pelo grupo, que cumpriu seus últimos shows em dezembro de 2017.

"Quando os cinco decidiram dar uma pausa, comecei a pensar no que ia fazer. Recebi convite para fazer minissérie, musical, comecei a compôr, e, depois de um tempo, comecei a perceber que não ia conseguir ficar sem lançar nada. Tinha que continuar fazendo música", contou.

Os músicos garantem que o recesso não é eterno, mas também não determinaram quando irão voltar. "Eu acho a história do NX muito linda. Sempre vamos estar juntos".

Serviço.

O show de Di Ferrero acontece no Centro da Juventude (r. Aurora Pinto da Cunha, 131, Jardim América), a partir das 14 horas. A entrada é gratuita.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO