São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Julho 11, 2018 - 22:36

Câmara de Caçapava cria Comissão Processante contra prefeito Diniz

Fernando Diniz

XEQUE. Prefeito de Caçapava, Fernando Diniz pode ser cassado

Foto: /Rogério Marques/OVALE

Má gestão da saúde pública e abandono de prédios públicos estão entre os itens da denúncia aprovada pelos vereadores

Caíque [email protected]

A Câmara de Caçapava aprovou por unanimidade a criação de uma Comissão Processante que pode cassar o mandato do prefeito Fernando Diniz (PV).

Os vereadores Reinalma (PSD), Dr Glauco (PSDB) e Preta da Rádio (PSC) foram os escolhidos para compor a comissão. Eles têm cinco dias para entrar em contato com o prefeito a respeito das denúncias apresentadas e a partir daí o chefe do Executivo terá mais 10 dias para enviar sua defesa.

Em diante, há um prazo regimental de até 90 dias para finalização do processo e entrega do parecer, que será apreciado em plenário. Diniz é alvo de uma série de denúncias -- o texto lido na sessão desta quarta, por exemplo, tinha mais de 100 páginas.

Dentre os principais motivos apontados pelos vereadores está a gestão pública na área da Saúde: a prefeitura contratou três empresas nos últimos seis meses para gerir os postos de saúde, sendo que o último contrato, com a empresa SBCD (Sociedade Beneficente Caminho de Damasco), foi assinado de forma emergencial, com prazo de 90 dias, por R$ 3,6 milhões. Antes, segundo a Câmara, o contrato com a OS Pró-Vida, assinado por R$ 2,7 milhões, foi cancelado.

A denúncia, que também envolve por exemplo abandono de prédios públicos, foi apresentada pelo vereador Lúcio da Padaria (PSDB), presidente da Câmara. "Não vejo defesa. São fatos claros, já tem a resposta dos procuradores. Não tem muito o que explicar, ele está em uma situação muito complicada", afirmou.

EMBATE.

Diniz não foi encontrado pela reportagem após a confirmação da criação da Comissão Processante. Em entrevista recente a OVALE, o prefeito se disse alvo de 'banditismo político' e que o comportamento da oposição é 'esquisito'.

"Cada passo que eu dou é uma CPI. A base aliada, para dizer que não está protegendo o governo, acaba embarcando junto. [...] Isso que está acontecendo é banditismo político, não democracia", afirmou o prefeito de Caçapava..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO