São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Economia
Julho 05, 2018 - 00:51

Impasse entre Estado e municípios coloca Trivale em xeque na região

Ônibus

Ônibus

Foto: Divulgação

Lançado no final de 2015, projeto do Trivale, sistema de transporte intermunicipal rápido por ônibus, que ligará seis cidades do Vale do Paraíba, ainda não saiu do papel; as prefeituras não entraram em acordo sobre traçado

Xandu [email protected]

Com um ano e meio de atraso, o projeto do Trivale, sistema de transporte intermunicipal rápido por ônibus, que ligará seis cidades do Vale do Paraíba, ainda não saiu do papel.

A iniciativa é do governo estadual e foi lançada no final de 2015, com a expectativa de o projeto funcional estar pronto até o final do ano seguinte. Já foram gastos ao menos R$ 619 mil com o primeiro projeto, ainda faltando os projetos básico e executivo e as licenças ambientais.

Contudo, segundo a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), o projeto funcional foi revisado em março de 2017 e enviado às prefeituras de São José dos Campos e Jacareí, que serão as primeiras a serem conectadas pelo Trivale.

Em nota, a EMTU informou que apresentou o novo projeto para os dois municípios, mas, até o momento, "não houve anuência das prefeituras para assinatura dos convênios a serem firmados, condição necessária à continuidade dos estudos".

Haverá contrapartida financeiras das duas cidades, mas o valor não está definido.

FASES.

A primeira fase do projeto prevê a construção do BRT (Transporte Rápido por Ônibus) Metropolitano entre São José e Jacareí, em um trajeto de 24 km e incluindo dois terminais de integração nos dois municípios.

A segunda fase prevê um corredor viário para transporte público de 72 km, ligando São José, Caçapava, Taubaté, Tremembé e Pindamonhangaba.

TRAÇADO.

OVALE apurou que um dos motivos para a falta de acordo entre as prefeituras e o Estado é o traçado que o Trivale percorrerá no Vale.

Em nota, a EMTU informou que a implantação do sistema depende da anuência dos municípios, em razão de ser prerrogativa das prefeituras a "administração do uso e ocupação do solo".

Outro é o "consenso do traçado do novo sistema de transporte", assunto que está "em discussão com os municípios".

PREFEITURAS.

A Prefeitura de Jacareí disse que enviou uma contraproposta à EMTU com um novo traçado, em razão de o apresentado "não atender a realidade do município". A prefeitura diz que aguarda o "posicionamento da EMTU".

A Prefeitura de São José informou que aguarda a definição do Ministério das Cidades sobre o projeto do BRT de São José para compatibilizar os projetos e dar andamento às tratativas junto à EMTU..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO