São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Economia
Julho 03, 2018 - 03:20

Com R$ 6,3 bilhões, Embraer é líder de investimentos no Vale, diz Seade

Embraer

Embraer

Foto: Divulgação

Piesp (Pesquisa de Investimentos Anunciados no Estado de São Paulo), que foi divulgado pela Fundação Seade, mapeia os investimentos e aponta R$ 23,9 bilhões em recursos aportados na RMVale e confirmados, desde 2012

Xandu [email protected]

A Embraer lidera o ranking de investimentos na RMVale dos últimos seis anos, de acordo com levantamento da Fundação Seade.

De 2012 a março deste ano, de cada R$ 10 investidos na região, R$ 2,6 vieram da fabricante de aeronaves que possui sua sede em São José dos Campos.

A companhia foi responsável por R$ 6,3 bilhões em investimentos confirmados na região no período, a maior parte do montante aplicada em São José.

Do total de R$ 23,9 bilhões em recursos que foram aportados no Vale do Paraíba confirmados pela Fundação Seade, desde 2012, a Embraer gastou 26,53% do total.

EMPRESAS.

O Consórcio Litoral Norte, responsável pela duplicação do trecho de Serra da Rodovia dos Tamoios, ocupa a segunda colocação do ranking regional com R$ 2,9 bilhões (12,11%).

Na terceira posição, a montadora chinesa Chery (hoje Caoa Chery) aplicou R$ 1,6 bilhão (6,79%) em Jacareí para a construção do complexo industrial da marca.

Para completar o 'Top 10' dos maiores investidores do Vale, aparecem a Novelis, de Pindamonhangaba, com R$ 1,5 bilhão (6,3%) para ampliação da capacidade da fábrica de laminação de alumínio.

A Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S.A.) com R$ 1,3 bilhão (5,68%) para as obras de duplicação da Rodovia dos Tamoios e construção dos contornos, em São Sebastião e Caraguatatuba.

As montadoras Volkswagen (Taubaté) e General Motors (São José), respectivamente com R$ 1,2 bilhão (5%) e R$ 1,098 bilhão (4,59%), para instalação de linha de montagem do modelo UP (Volks) e produção de novo modelo de veículo (GM). Em Guaratinguetá, a AGC Vidros gastou R$ 1,055 bilhão (4,41%) para ampliar a fábrica de vidro plano.

O montante de R$ 1 bilhão (4,18%)foi investido pela Visiona Tecnologia Espacial S.A. (joint venture entre a Embraer e a Telebras) para construir o satélite geoestacionário brasileiro, em São José.

Finalizando a lista das 10 maiores investidoras, a Sany Heavy Industry, em Jacareí, gastou R$ 660 milhões (2,76%) para construir uma fábrica de máquinas para construção civil, portuária, geração de energia eólica e mineração. No total, a região acumula 252 investimentos confirmados pela Fundação Seade nos últimos seis anos, sendo que 176 deles divulgaram o valor aplicado em obras ou aquisição de equipamentos. Os demais 76 empreendimentos não tiveram o montante revelado pelo investidor..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO