São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Junho 08, 2018 - 20:38

Elite da PM prende mais de 2,3 mil suspeitos na RMVale em 44 meses

Baep

Ações especiais. Ao todo, foram feitas 1,7 mil prisões em flagrante e 594 por mandado na RMVale.

Foto: Rogério Marques/OVALE

Criado em agosto de 2014, o 3º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) conta com 140 policiais e realizou mais de 2,3 mil prisões em flagrante e por mandado, além da apreensão de cerca de quatro toneladas de drogas

Lucas [email protected]

Em menos de quatro anos de operação, o 3º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) do CPI-1, considerado a 'tropa de elite' da Polícia Militar, apreendeu cerca de quatro toneladas de drogas e prendeu mais de 2,3 mil suspeitos em toda a região -- a mais violenta do estado.

O balanço da PM é referente a agosto de 2014, quando o 3º Baep foi instalado em São José dos Campos, até o mês de abril de 2018.

Segundo os dados, foram 2.386 prisões, sendo 1.792 em flagrante e 594 por mandado.

Além disso, foram apreendidos 3.956kg de drogas. Por mês, segundo a média, são apreendidos 89kg de drogas e 54 pessoas presas.

QUALIDADE.

Segundo a comandante da PM na RMVale, coronel Eliane Nikoluk, a tropa de elite da PM traz mais qualidade às ações críticas realizadas na região.

"O Baep entra para trazer mais qualidade e mais inteligência nessas ações de enfrentamento mais crítico. Eles têm um treinamento diferenciado, uma seleção de pessoas com perfil diferenciado e são muito aguerridos. Nós temos muito orgulho de ter esse time trabalhando conosco em apoio e junto com as demais unidades da nossa região", declarou a comandante.

No primeiro quadrimestre de 2018, o Baep realizou 4.806 buscas pessoais, recuperou 32 veículos, prendeu 202 pessoas, apreendeu 49 armas de fogo e 236kg de entorpecentes.

Policiais do Baep realizam treinamento diário para situações de riscos na região

Para garantir o sucesso das operações, os 140 PMs que fazem parte do 3º Baep treinam situações de risco diariamente. Para o tenente Lopes Diniz, que atua há um ano no Baep, o treino é essencial. "O treinamento visa minimizar os riscos e é 100% primordial para que nós evitemos alguma situação de risco para as pessoas na rua", avaliou o tenente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO