São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Junho 04, 2018 - 22:18

Investimentos em infraestrutura para Guará 'avançar', diz Soliva

Marcus Soliva

Infraestrutura. Em entrevista, Soliva diz que Guaratinguetá ficou 'parada no tempo' e precisa avançar

Foto: Rogério Marques/OVALE

Em entrevista exclusiva a OVALE, o prefeito de Guaratinguetá falou sobre as medidas de desenvolvimento que promete adotar em sua gestão. De acordo com ele, focos são mobilidade, segurança e geração de novo empregos

Thaís [email protected]_thaisleite

Infraestrutura urbana, construção de anel viário, crescimento na oferta de moradias e geração de empregos.

Em seu segundo ano como líder do Executivo na maior cidade do Vale Histórico, Marcus Soliva (PSB) afirmou em uma entrevista exclusiva concedida a OVALE que pretende investir para permitir que Guaratinguetá avançe e deixe a 'zona de retrocesso'.

Confira abaixo os principais trechos da entrevista:

Desenvolvimento de Guaratinguetá

Guaratinguetá ficou parada no tempo nestes últimos 50 anos. Há 100 anos, Guaratinguetá era a maior cidade do Vale do Paraíba, era duas vezes maior que São José dos Campos. Tínhamos um presidente da República, conselheiro Rodrigues Alves, e de lá para cá paramos no tempo, no crescimento, crescemos vagarosamente e desordenadamente.

Futuro do município

O que estamos buscando agora é a retomada do tempo perdido. Para a cidade crescer ela precisa de infraestrutura urbana, precisa de bairros pavimentados, mais moradias, precisamos de um anel viário - que estamos projetando --, precisamos gerar empregos com a vinda de empresas, precisamos gerar capacitação profissional. Tudo isso estamos projetando para os próximos anos.

Equacionamento de gastos públicos

Por determinação judicial, acabou o sistema de remuneração que era uma gratificação que se dava aos funcionários. Nós tivemos que adaptar para um novo formato que crie um plano de cargos e salários. Com a criação deste plano, aumentou em 7% o nosso gasto com folha. As medidas que temos que tomar são, com a terceirização da OS, deixa-se de pagar médicos por RPA, os médicos passarão a ser contratados pela OS, e isso nos dá uma redução de 4 a 5% de gasto com a folha.

Com o PDV, que também é uma possibilidade daquele funcionário que já está há bastante tempo trabalhando e esperando uma oportunidade de desligamento, esperamos uma redução de 1 a 1,5% de gasto com a folha. Outro fator que também nos dá uma possibilidade de redução é a diminuição de horas extras, com uma negociação que estamos em fase de projeto com o sindicato, que é o banco de horas.

Segurança

É uma discussão antiga, desde quando eu era vereador discutíamos câmera de segurança, o Governo do Estado prometendo que ia pagar esse monitoramento por câmeras e aumentar o contingente de policiais civis e militares, o que não ocorreu. Estamos em um eixo aqui São Paulo-Rio-Minas Gerais, a rota da droga passa por aqui. O que a gente vê é o índice de criminalidade aumentando significadamente aqui na região. Lorena é a número um da criminalidade, Guaratinguetá não fica longe e já estamos desenvolvendo projetos. Primeiro projeto que nós fizemos foi a Atividade Delegada, ampliamos essa parceria com a Polícia Militar para a Atividade Delegada atuar mais efetivamente.

Segundo ponto que nós já trabalhamos é a iluminação pública, com esses 60 quilômetros de iluminação pública teremos mais segurança. Terceiro ponto é o monitoramento por câmeras, nós já estamos com o processo licitado, já tem a empresa vencedora do certame para colocação de 40 câmeras de monitoramento aqui em Guaratinguetá, em tempo real e com o COI, que vai em tempo real identificar alguma anomalia que esteja acontecendo. Vamos interligar essas câmeras ao sistema Detecta, do Governo do Estado, da polícia, que identifica veículos suspeitos que estejam entrando na cidade.

Mortes no Trânsito

Fizemos uma parceria com o Detran para diminuição dos índices de morte no trânsito e de acidentes e, para isso, conseguimos uma verba de R$ 1 milhão e 100 mil. O primeiro projeto já está sendo construído, é uma rotatória lá em um bairro que é o Village Santana, um bairro em uma região que cresceu muito em uma estrada vicinal, aonde não tinha o acesso correto, o acesso era precário e muitos acidentes aconteceram nesta região.

Então, a verba será usada para o alargamento das estradas vicinais e também vamos construir ciclovias, ampliar o número de lambo faixas e de sinalização para o pessoal ter mais cuidado. Estamos também aguardando a liberação da Justiça porque fizemos a licitação de controle de velocidade, para radares na cidade, o que é importante porque você pega grandes avenidas onde as pessoas andam mais rápido, e você precisa implantar os radares para conter um pouco os mais apressados..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO