São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Esporte
Junho 12, 2018 - 21:29

DESCRENÇA POLÍTICA REFLETE NO FUTEBOL

Treino da Seleção Brasileira

Clima da Copa. Jogadores da Seleção Brasileira durante treino aberto nesta terça na Rússia

Foto: /Lucas Figueiredo/CBF

COPA 2018. ÀS VÉSPERAS DA ABERTURA, MOBILIZAÇÃO ENTRE TORCEDORES AINDA ESTÁ TÍMIDA

Lucas Tavares @lucastavares11

A dois dias do início da 21ª edição da Copa do Mundo, que vai ser realizada na Rússia, a sensação de descrença e desinteresse dos brasileiros na torcida pela seleção canarinho tem aumentado. Isso porque, segundo dados da pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira (12), 53% dos brasileiros não estão preocupados com o maior evento esportivo do mundo.

O estudante Tiago Franck, de 25 anos, se encaixa nesse número. Para ele, o principal motivo do desinteresse pela Copa é a corrupção no país.

"O meu desinteresse pela Copa é por vários motivos e um deles é a corrupção. Em todo o lugar que você está, a corrupção está entrelaçada em tudo, principalmente no futebol. É uma coisa que você vai se chateando", disse, em entrevista ao OVALE.

O estudante de jornalismo em Taubaté ainda acredita que é necessário que os torcedores e os políticos brasileiros prezem mais por outras questões de política pública, como saúde, educação e segurança pública.

"Eu acho que, no nosso país, pelo momento que nós estamos passando, nós tínhamos que dar prioridade para outras coisas como, por exemplo, uma saúde de qualidade, segurança, educação e vários outros motivos que nós, brasileiros, temos que nos preocupar", opinou.

Ainda de acordo com a pesquisa, apenas 18% dos entrevistados demonstraram estar "muito interessados" na Copa.

ANÁLISE.

O principal desinteresse é entre as mulheres: 61%. Para a cientista política, Dora Soares, o alto número na pesquisa é o reflexo de que o brasileiro está tomando consciência sobre a corrupção no país.

"Avalio como positiva a notícia de que os brasileiros estão desinteressados pela Copa ou que não vale a pena tanto esforço para torcer. Acho que o brasileiro está tomando consciência política de que é necessário combater a corrupção, que é necessário que os políticos mudem seus comportamentos e que não compensa vestir a camisa verde e amarela sem um projeto de um país mais digno", explica a especialista.

O jogo de abertura da Copa do Mundo acontece nesta quinta-feira (14), a partir das 12h, com o jogo entre a anfitriã Rússia e Arábia Saudita no estádio Lujniki, em Moscou. Antes do jogo, a cerimônia de abertura terá a participação do cantor britânico Robbie Williams.

MARATONA.

No total, será 64 partidas distribuídas em 31 dias. Na maior parte da primeira fase do torneio, serão três jogos diários, de manhã e na parte da tarde. E vai ter dia com até quatro partidas, como é o caso deste sábado, quando a Argentina de Messi estreia na Copa.

A Seleção Brasileira, comandada pelo técnico Tite, busca o hexacampeonato e estreia no domingo, dia 17 de junho, contra a Suíça, a partir das 15h..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO