São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Brasil
Junho 22, 2018 - 23:09

Duas Coreias farão reuniões de famílias separadas pela guerra

Acordo. O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, durante encontro com presidente da Coreia do Sul; países fizeram um novo acordo

Acordo. O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, durante encontro com presidente da Coreia do Sul; países fizeram um novo acordo

Foto: KCNA

A delegação sul-coreana foi liderada pelo diretor da Cruz Vermelha, Park Kyung-seo, enquanto à frente da equipe do Norte estava o vice-presidente do comitê encarregado de relações intercoreanas, Pak Yong-il

Das agê[email protected]

As coreias do Sul e do Norte fecharam acordo nesta sexta-feira (22) para realizar, entre os dias 20 e 26 de agosto, reuniões de famílias separadas pela guerra (1950-1953) há mais de 65 anos, dentro da política com a aproximação entre os dois países nos últimos meses.

As reuniões incluirão 100 famílias e ocorrerão em um hotel do Monte Kumgang, no litoral sudeste norte-coreano, que já sediou antes encontros como esse, informou a agência sul-coreana Yonhap.

A decisão foi tomada pelas delegações da Cruz Vermelha das duas Coreias, em reunião nesta sexta-feira no mesmo hotel.

REPRESENTANTES.

A delegação sul-coreana foi liderada pelo diretor da Cruz Vermelha, Park Kyung-seo, enquanto à frente da equipe do Norte estava o vice-presidente do comitê encarregado de relações intercoreanas, Pak Yong-il.

O presidente sul-coreano, Moon Jae-in, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, acertaram, em reunião realizada no último no dia 27 de abril, promover em meados de agosto um encontro de famílias separadas durante todos esses anos nos países.

Nessa reunião histórica, vista como grande incentivo para a posterior reunião que Kim teve com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, os dois líderes coreanos se comprometeram a reforçar laços e a trabalhar para a "total desnuclearização da península".

Esta será a primeira reunião de famílias desde outubro de 2015 e mais uma mostra da atual aproximação entre Seul e Pyongyang..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO