São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Maio 04, 2018 - 17:38

Marcelo Ortiz é empossado como deputado federal

Marcelo Ortiz já teve outros dois mandatos na Câmara, em 2002 e 2006.

Retorno. Essa é a terceira vez que o advogado atua na Câmara

Foto: /Arquivo/Edson Santos

Ao lado de Cury (PSDB) e Flavinho (PSC), o político com base em Guaratinguetá é um dos três representantes do Vale em Brasília

Thaís [email protected]_thaisleite

O advogado Marcelo Ortiz, de 83 anos, foi empossado na última quinta-feira (3) como deputado federal pelo partido Podemos, no Congresso Nacional, em Brasília. Agora, ao lado de Eduardo Cury (PSDB) e Flavinho (PSC), Marcelo é um dos três representantes do Vale do Paraíba na Casa Legislativa, após a saída de Pollyana Gama (PPS), em abril.

O mandato de Marcelo, que estava como suplente ao cargo, se inicia com a saída da então deputada federal Renata Abreu (Podemos). Morador de Guaratinguetá há 67 anos, Marcelo buscará priorizar a defesa dos interesses regionais na Câmara dos Deputados.

"Meu objetivo é sempre trabalhar pela saúde na região, e também em defesa da aeronáutica, dos empregados da Embraer, mas, primordialmente pela saúde", afirmou o deputado.

Esta não é a primeira vez que Marcelo Ortiz assume o cargo na Câmara Federal. O advogado foi eleito em 2002, reeleito em 2006, e garante que quer retomar o trabalho que realizava anteriormente. "Fui oito anos deputado e beneficiei a região toda", explicou.

Em entrevista concedida ao OVALE, o deputado federal também defendeu que os critérios de escolha dos cidadãos para representantes na Câmara Federal devem levar em conta a região de onde o candidato veio.

"O deputado tem que ser da sua região, você tem que conhecer ele, saber onde ele mora. Fica mais próximo para cobrar", argumentou Marcelo, que deve cumprir o mandato no lugar de Renata Abreu até o final de 2018.

TROCA DE PARTIDO.

O deputado de Guaratinguetá deixou o PSL (Partido Social Liberal), que já era coligado ao PTN (Partido Trabalhista Nacional), agora denominado Podemos, para assumir a vaga disponível na Câmara dos Deputados com a saída de Renata, atual presidente nacional do partido..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO