São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Brasil
Maio 10, 2018 - 23:38

STF recebe mais um recurso da defesa para Lula ser solto

Ato no ABC

Manifestação. Ato em prol do ex-presidente Lula promovido pelo Sindicato dos Metalúrgicos, no ABC

Foto: /Ricardo Stuckert

O ex-presidente está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o dia 7 de abril, por determinação do juiz Sérgio Moro

Agência [email protected]

O STF (Supremo Tribunal Federal recebeu no final da tarde desta quinta-feira mais um recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no qual seus advogados pedem para ele ser solto. O caso desta vez deve ser encaminhado para análise inicial do ministro Edson Fachin.

Trata-se de um recurso contra um primeiro habeas corpus preventivo de Lula, que foi negado em março, por unanimidade, pela Quinta Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça.

A defesa de Lula, então, recorreu dessa decisão, mas tal recurso ainda não foi julgado, tendo sido enviado ao STF no último dia 19 pelo ministro Humberto Martins, vice-presidente do STJ. Entretanto, somente nesta quinta-feira esse processo foi protocolado no sistema do Supremo.

Um outro habeas corpus preventivo, paralelo àquele que tramitou no STJ, já foi negado, por 6 a 5, pelo plenário do STF, no último dia 4 de abril.

O ex-presidente está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o dia 7 de abril, por determinação do juiz Sérgio Moro, que ordenou a execução provisória da pena de 12 anos e um mês de prisão pelo crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex em Guarujá (SP).

CARTA.

Lula enviou carta à presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), sinalizando que pretende manter a sua candidatura à Presidência da República na eleição de outubro.

"Sou candidato até que a verdade apareça e que a mídia, juízes e procuradores mostrem o crime que cometi ou parem de mentir", diz Lula na carta.

Em seguida, o ex-presidente afirma: "Quem quer que eu não seja candidato eu sei, inclusive, as razões políticas, pois são concorrentes. Outros acham que fui condenado em segunda instância, então sou culpado e estou no limbo da Lei da Ficha Suja".

Na carta, Lula reitera que é inocente e que admitir um plano B para o PT seria assumir um "crime" que não cometeu. Ele se refere à ação que o condenou a 12 anos e um mês de reclusão por corrupção e lavagem de dinheiro.

A Justiça entendeu que o ex-presidente da República foi beneficiado com o repasse de R$ 3,7 milhões em propina - parte paga por meio do triplex no Guarujá (SP) - em troca de conceder vantagens à empreiteira OAS em contratos com a Petrobras.

VIRTUAL.

Desde a última sexta-feira, ocorre também um julgamento no plenário virtual, ambiente em que os ministros votam remotamente e onde Lula tenta conseguir sua liberdade. O prazo para que fosse concluída a análise do recurso se encerraria às 23h59 nesta quinta-feira. Até o fechamento desta edição, o pedido era engado por 4 votos a 0..

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO