São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Abril 10, 2018 - 23:07

Novo conjunto habitacional de Taubaté será entregue após dia 20, diz ministério

Ortiz Junior no sorteio dos imóveis do Vista das Palmeiras

Errou. Em 8 de março, Ortiz prometeu entrega para o último dia 26

Foto: Rogério Marques/OVALE

Faltam duas etapas antes da entrega: a vistoria dos 832 apartamentos pelos contemplados e a confecção dos contratos

Da redaçã[email protected]

O conjunto habitacional Vista das Palmeiras, no bairro do Barranco, poderá ser entregue a partir do dia 20 desse mês. A informação foi passada ao jornal pelo Ministério das Cidades, com base em dados do Banco do Brasil, instituição financeira responsável pela obra.

Faltam duas etapas antes da entrega. Uma delas é a vistoria dos 832 apartamentos pelos contemplados. Esse processo teve início nessa segunda-feira e deve ser concluído na quinta-feira.

A outra etapa é a confecção dos contratos, a cargo do Banco do Brasil.

ATRASO.

Anunciado em janeiro de 2014, o conjunto havia sido prometido para abril de 2015. Ou seja, já são três anos de atraso.

O empreendimento foi construído em parceria entre município, Estado e União. A prefeitura cedeu o terreno e os governos estadual e federal fizeram os aportes financeiros.

O Vista das Palmeiras tem 832 moradias, divididas em três condomínios, totalizando 52 edifícios de quatro andares. Cada torre tem 16 apartamentos de 49,91m², com dois quartos, sala, cozinha, área de serviço e banheiro.

O sorteio das unidades ocorreu no dia 8 de março. Naquela data, o prefeito Ortiz Junior (PSDB) afirmou que a entrega das chaves ocorreria no dia 26 daquele mês, em evento com a presença do então governador Geraldo Alckmin (PSDB), que deixou o cargo semana passada, e do ministro das Cidades, Alexandre Baldy.

O não cumprimento da promessa deixou os contemplados insatisfeitos. Eles passaram a pressionar Ortiz pela definição de uma nova data, o que até agora não aconteceu.

A gestão tucana chegou até a divulgar notas oficiais tentando se eximir da culpa pelo novo atraso, alegando que a responsabilidade era do Ministério das Cidades..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO