São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Abril 03, 2018 - 22:25

Prazo de emenda barra votação da Via Jaguari e frustra base aliada em São José

sessão camara

Via Jaguari. Projeto será votado na sessão desta quinta-feira, 5

Foto: /Divulgação

Em sessão extraordinária, oposição mantém exigência ao prazo regulamentar para o projeto que prevê ligação entre a zona norte ao centro de São José; Felicio Ramuth (PSDB) queria assinar convênio com Estado até o dia 7

Danilo [email protected]_
São José dos Campos

Não foi dessa vez. O projeto da Via Jaguari, que ligará a zona norte à zona central da cidade, não foi votado em sessão extraordinária convocada nesta terça-feira, 3, na Câmara de São José dos Campos, por conta do prazo de emenda solicitado pela oposição, que vence à meia noite desta quinta-feira, 5. Com isso, a votação do projeto vai ficar para a próxima sessão, prevista para esta quinta.

Apesar de uma pressão coordenada pela base aliada ao governo, a vereadora Amélia Naomi (PT) não abriu mão do prazo de emenda do projeto, que autoriza a prefeitura a assinar convênio com o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) para a construção da Via Jaguari. "O projeto será aprovado no tempo necessário", justificou o vereador Wagner Balieiro (PT), líder da oposição na Câmara.

A posição da vereadora do PT frustrou os planos da base aliada, que desejava emplacar o projeto na votação da sessão extraordinária desta terça-feira, 3, convocada pelo presidente da Casa, Juvenil Silvério (PSDB). A intenção da base aliada do prefeito Felicio Ramuth (PSDB) era agilizar a aprovação do projeto, para o governador Geraldo Alckmin (PSDB) assinar o convênio -- o tucano deixa o cargo no dia 7 de abril, para se candidatar à presidência da República.

SESSÃO.

A 16ª Sessão Ordinária foi encerrada às 20h13. Em seguida, Juvenil convocou a 17ª Sessão Extraordinária para votação. Esta foi a segunda sessão extraordinária convocada pelo líder do governo na Câmara, este ano. Na sessão, um projeto de emenda também foi votado e aprovado por unanimidade.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO