São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Nossa Região
Abril 12, 2018 - 17:56

Polícia avança e quer concluir até amanhã investigação sobre palmeirenses que atacaram veículo com família corintiana

Veículo com torcedores do Corinthians é depredado por palmeirenses em posto de gasolina de Taubaté

Crime. Caso aconteceu domingo

Foto: Arquivo Pessoal

Delegado diz que investigações estão bem adiantadas e crê em resolução do caso completo; veículo com uma senhora de 75 anos foi atacado logo após a final do Campeonato Paulista

Da Redaçã[email protected]
Taubaté

A Polícia Civil espera concluir até amanhã as investigações sobre torcedores do Palmeiras que atacaram o veículo de uma família corintiana, após a final do Campeonato Paulista no último domingo, em um posto de gasolina do bairro Vila Nogueira, em Taubaté. Uma senhora de 75 anos estava a bordo do veículo, que foi depredado pelos palmeirenses. 

"Provavelmente vamos resolver o caso completo ainda essa semana. Acredito que até amanha a gente conclua", disse o delegado seccional de Taubaté, José Antonio de Paiva.

O delegado revelou que, apesar do caso estar adiantado, ninguém foi preso e os agressores ainda estão sendo identificados. 

"A gente ainda não pode divulgar detalhes para não complicar as investigações do caso, mas está bem adiantado. Ainda não houve pedido de prisão de ninguém. Estamos identificando as pessoas".

O CASO. 

Um grupo de torcedores do Palmeiras atacou um veículo com uma família corintiana em Taubaté. Três mulheres estavam dentro do veículo, sendo que uma delas, era uma senhora de 75 anos. O conflito aconteceu por volta de 19h, logo após a conquista do Campeonato Paulista pelo Corinthians. Os palmeirenses atacaram o veículo da família corintiana com socos e pontapés. As vítimas tinham acabado de assistir a partida e estavam saindo para comemorar o título.

Segundo imagens de câmeras de segurança e vídeos gravados por moradores, os torcedores uniformizados com roupas da torcida organizada Mancha Alviverde atacaram o veículo com socos e pontapés. Além disso, testemunhas revelaram que o grupo teria arremessado um rojão aceso dentro do veículo da família corintiana. O posto de gasolina onde o caso aconteceu fica na mesma rua da sede da organizada em Taubaté.

INDIGNAÇÃO

Uma das vítimas publicou sua versão nas redes sociais e disse que ninguém do carro provocou os torcedores que partiram para agressão, simplesmente por eles estarem uniformizados com a camisa do Corinthians. "Quando vi, tinha uns 20 caras chegando próximo ao carro tentando bater em mim", publicou a vítima, que prestou Boletim de Ocorrência após o caso.

IDENTIFICAÇÃO

Diretor da torcida Mancha Verde no Vale do Paraíba, Fabiano dos Santos, lamentou a situação e prometeu ajudar a polícia na identificação dos envolvidos.

"Não tem como generalizar. Fui pessoalmente na casa da família e falei com todas as vítimas. Pedi desculpas para eles e falei que estamos á disposição. Vamos arrumar o carro deles amanhã mesmo e identificar todo mundo que participou disso", afirmou.

Com membros de diferentes cidades do Vale, a torcida organizada do Palmeiras conta com 300 associados em toda a região.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO