São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Economia
Abril 05, 2018 - 05:30

Embraer prevê alta na produção de aeronaves comerciais

Embraer

Embraer. CEO da Embraer, Paulo Cesar de Souza e Silva

Foto: /Rogério Marques/OVALE

Primeira aeronave da nova família a sair da linha de produção no Vale foi entregue à companhia aérea Widerøe

Xandu [email protected]

A Embraer espera aumentar a produção de aeronaves comerciais com a entrada em operação do E190-E2, primeiro avião da nova família de jatos comerciais.

A primeira aeronave a sair da linha de produção em São José foi entregue nesta quarta-feira à companhia Widerøe, da Noruega. O avião entrará em operação a partir de 24 de abril. "Uma vez que [o E190-E2 da Widerøe] entre em serviço, é que o jogo começa para valer. Ele terá visibilidade muito maior no mundo e esperamos, dado o grande interesse que temos visto no momento e as campanhas que temos desenvolvido, que esse será um grande ano para nós", disse Paulo Cesar de Souza e Silva, presidente e CEO da Embraer.

Com o novo jato, a Embraer espera recuperar a capacidade produtiva que registrou em 2008, quando entregou 162 jatos na aviação comercial. Em 2017, a empresa entregou 210 aviões, sendo 101 jatos comerciais e 109 da aviação executiva." A aviação comercial vai aumentar. Há essa tendência. Temos espaço aqui em São José. A capacidade física está aqui é questão de a gente ganhar os contratos", disse Silva.

Estarão no radar da fabricante as grandes companhias aéreas dos EUA. E não só. "Ainda é o maior mercado do mundo, com China [na ponta] entre 2023 e 2024. O E175 é o avião mais vendido nos EUA na categoria, com 85% do mercado. Há grandes oportunidades para ele nos EUA", declarou Silva..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO