São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Economia
Março 30, 2018 - 03:28

Volks terá Gol automático em Taubaté; CEO quer produtividade

Volks

Indústria automobilística. O presidente da Volks no Brasil e América Latina, Pablo Di Si, em Taubaté

Foto: /Divulgação

Em visita à fábrica de Taubaté, o novo presidente da Volkswagen Brasil, Pablo Di Si, disse estar "muito otimista com relação aos produtos da fábrica"; mas para um novo carro unidade terá que aumentar a produtividade

Xandu [email protected]

Presidente da Volkswagen Brasil, América do Sul, América Central e Caribe, o argentino Pablo Di Si, 48 anos, em visita à fábrica de Taubaté pela primeira vez, disse que os novos modelos Gol e Voyage com câmbio automático serão lançados até julho, com a produção iniciando no segundo semestre, na região.

"Estou muito otimista com Gol e Voyage com transmissão automática. O Gol automático praticamente não terá concorrência no Brasil", afirmou o executivo.

Quanto a produzir um novo carro na fábrica, Di Si disse que não está nos planos da montadora no curto prazo. O motivo é a produtividade.

"Um produto não vem aqui por acaso, temos que melhorar muito, sindicato e Volks, em termos de produtividade. É trabalho conjunto a fazer", disse o presidente.

Di Si afirmou ter "conversado com o sindicato [dos metalúrgicos]" e que espera ver "melhorias tangíveis dos dois lados", e "melhorias para a possibilidade de ter um carro".

"O nosso objetivo é o mesmo. Temos que ser bem sucedidos aqui em Taubaté, mas temos que trabalhar juntos", completou o executivo.

Atualmente, a fábrica de Taubaté faz os modelos Gol, Voyage e Up. São montados cerca de 900 veículos por dia, com capacidade instalada para até 1.300. A unidade emprega 3.300 pessoas.

Sem planejar investimentos na estrutura da fábrica, segundo o executivo, o aumento da produção e eventual contratação de mão de obra estão condicionados ao mercado e à produtividade.

"Precisamos de trabalho conjunto para melhorar os índices dessa fábrica, de forma conjunta. Novo produto e terceiro turno são consequências desse trabalho. Ter uma melhor fábrica de forma conjunta para ter novo produto, e daí levar ao terceiro turno", disse.

'Material humano é ótimo, não há impedimento para novo carro', diz Di Si

Após percorrer a fábrica de Taubaté, o presidente da Volkswagen Brasil e América do Sul, Pablo Di Si, disse que "nada impede de trazer carros para cá, só depende de nós". Segundo ele, a relação com o sindicato é ótima, mas é preciso "melhorar a produtividade". "Percorri a fábrica e vi as pessoas comprometidas com redução de custo. O material humano é ótimo, não há impedimento para novo carro e terceiro turno, só depende de nós", afirmou.

Claudio Batista, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté, confirmou o encontro com Di Si. "Tivemos uma boa conversa. A produção do Gol e do Voyage com transmissão automática é um incentivo para os trabalhadores. Os metalúrgicos estão preparados para a nova fase. Vamos nos esforçar e mostrar que a planta de Taubaté merece investimentos"..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO