São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Economia
Março 26, 2018 - 23:01

Cidades da região despencam em ranking do emprego em São Paulo

Bosque e Emprego

VAGAS. Dois jovens buscando uma oportunidade de emprego no PAT de S. José. Indústria do Vale foi afetada pela crise.

Foto: /Rogério Marques/OVALE

Região terminou o ano passado com 11 municípios entre os 50 melhores em geração de emprego no Estado, com Ubatuba em primeiro lugar da lista; em janeiro e fevereiro de 2018, o número caiu para três cidades na nova lista

Xandu [email protected]

As principais cidades do Vale do Paraíba despencaram no ranking estadual do emprego. Em fevereiro, apenas três municípios estão entre os 50 mais bem colocados: Pindamonhangaba (21º), Guaratinguetá (37º) e Lorena (40º).

A região terminou o ano passado com 11 cidades entre as 50 melhores em geração de emprego no Estado, com Ubatuba em primeiro lugar da lista. O número caiu para três em janeiro e se manteve assim em fevereiro.

Melhor colocada da região em janeiro, no 14º lugar da lista, Taubaté caiu para a 298ª colocação em fevereiro, com 24 empregos perdidos.

São José também decepcionou. Esteve no 332º lugar em janeiro e despencou para o 360º na listagem de fevereiro, com 357 postos de trabalho fechados no período.

O ranking traz os 370 municípios de São Paulo com mais de 10 mil habitantes e é elaborada pelo Ministério do Trabalho mensalmente, com dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

Jacareí posicionou-se na 111ª colocação em fevereiro, com 72 empregos criados no mês. Em janeiro, a cidade estava na 228ª posição.

A capital São Paulo lidera o ranking do segundo mês do ano, com 9.724 empregos gerados, segundo o Caged. "Isso mostra o quanto a crise abalou a indústria do Vale", disse o economista Edson Trajano, da Unitau.

Metade dos municípios do Vale na lista perdeu vagas em fevereiro, diz o Caged

Dos 25 municípios do Vale do Paraíba no ranking estadual, 13 perderam postos de trabalho em fevereiro, 11 geraram novas vagas e Santa Branca ficou no zero. Na comparação com o resultado de dezembro de 2017, Ubatuba foi quem mais perdeu posições: caiu do primeiro para o 364º lugar. Pinda fez o caminho inverso: do 272º para o 21º..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO