São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Economia
Março 23, 2018 - 23:49

Região tem queda, mas melhor bimestre na geração de empregos desde 2014

Comércio

Patinando. Apesar da retomada em outros setores, comércio do Vale fechou 2.369 postos no bimestre

Foto: Rogério Marques/ OVALE

Em fevereiro, segundo dados do Caged, os municípios da região abriram 61 vagas de trabalho, mantendo o saldo positivo que já havia sido registrado em janeiro, quando 525 postos foram criados no Vale do Paraíba

Caíque [email protected]

A RMVale voltou a ter saldo positivo na criação de empregos em fevereiro, mas apresentou queda de 88% em relação ao mês de janeiro.

Dados oficiais do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgados pelo governo Federal nessa sexta-feira, mostram que a região teve um saldo de 61 empregos no mês passado, considerando admissões e demissões.

Os destaques de fevereiro foram Pindamonhangaba (saldo de 386), Guaratinguetá (235) e Lorena (221), enquanto os piores saldos foram registrados em Ubatuba (-459), São José dos Campos (-308) e Caraguatatuba (-246).

Em janeiro o saldo nas 39 cidades da região foi de 525 vagas, e o acumulado do ano é de 586 postos de trabalho. É o melhor resultado da RMVale para os dois primeiros meses do ano desde 2014.

São José teve mais um mês de saldo negativo (-85 em janeiro, com -393 no acumulado do ano), enquanto Jacareí passou para o positivo (-4 em janeiro e 77 agora em fevereiro, com 73 nos dois meses).

Taubaté, por outro lado, saiu do positivo (367 em janeiro) e teve um mês negativo (-35 em fevereiro), apesar de se manter positivo no acumulado de 2018, com 332 vagas.

Se levar em conta os meses de janeiro e fevereiro, o setor que mais empregou na região foi o de serviços, com saldo positivo de 1.615. Por outro lado, a principal baixa vem do comércio, que, entre admissões e demissões, tem saldo negativo de 2.369.

ECONOMIA.

O Brasil registrou o melhor resultado em quatro anos, tendo criado 61.188 postos de trabalho em fevereiro -- bem superior em relação aos mais de 35 mil empregos gerados em fevereiro do ano passado; corresponde ao melhor resultado desde 2014.

No total, foram registradas 1.274.965 admissões e 1.213.777 demissões.

O mês de fevereiro também seguiu a tendência positiva de janeiro, quando foram abertos 77,8 mil novos postos de trabalho no país.

Entre os estados, São Paulo teve os melhores números absolutos de todo o país. Foram, ao todo, 30.040 postos de trabalho criados no mês passado entre os paulistas.

Governo vê confirmação da 'recuperação econômica' e 'retomada dos empregos'

A União divulgou os números gerais afirmando que se trata da recuperação da economia nacional.

"Esses resultados confirmam a recuperação econômica e a retomada dos empregos. As medidas adotadas pelo governo foram acertadas e estamos otimistas que esses números se repetirão ao longo do ano", avaliou o ministro interino do Trabalho, Helton Yomura, em nota enviada à imprensa.

Em fevereiro, houve 11.118 desligamentos mediante acordo entre empregador e empregado, envolvendo 8.476 estabelecimentos, segundo o Caged. Esse tipo de acordo passou a vigorar a partir da nova reforma trabalhista, e prevê que o contrato de trabalho pode ser encerrado de comum acordo entre patrão e empregado, com pagamento de metade do aviso-prévio e metade da multa de 40% sobre o saldo do FGTS..

 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO