São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Viver
Janeiro 09, 2018 - 03:16

Fabricio Correa - Golden Globe 2018

Globo de Ouro

Globo de Ouro

Foto: Divulgação


O diferencial do Globo de Ouro no tapete vermelho deste ano não foi os figurinos de grife, mas a união da classe cinematográfica contra o assédio sexual. Time´s Up é o nome da campanha que reuniu quase todos os atores presentes na cerimônia que optaram pelo preto como forma de protesto.

O luto, reuniu as indicadas ao prêmio e os convidados em geral. Na internet Reese Whiterspoon e Kerry Washington foram as principais incentivadoras da intervenção. Weinstein foi defenestrado com toda a vemeência em um recado claro; os tempos mudaram.

Os homens também aderiram ao preto total, como apoio à causa feminina. Ao menos na foto, quebraram o corporativismo, em uma indústria onde o assédio era tão evidente como as cifras milionárias dos cachês das celebridades.

Mesmo com os protestos, não faltou bom humor a cerimônia, Seth Meyers, qubrincou que "foi um ano complicado para ser homem branco em Hollywood".  Oprah Winfrey, homenageada da noite, fez um vigoroso discurso usando os slogans "Time's Up" (o tempo acabou) e "Me Too" (eu também).

Nas premiações a a grande surpresa foi a vitória de "Três Anúncios para um Crime". "A Forma da Água" era o grande favorito e Guilhermo Del Toro levou o prêmio na categoria diretor. "Três Anúncios para um Crime" foi o grande vencedor e consagrou de vez Frances McDormand, melhor atriz, ainda levou , melhor roteiro e melhor ator coadjuvante (Sam Rockwell).

"Lady Bird", comédia amada pela crítica levou os prêmios de filme, comédia ou musical, e atriz, a excelente Saoirse Ronan, cotadíssima para o Oscar. Gary Oldman, confirmou seu favoritismo e venceu na categoria ator dramático por seu papel como Winston Churchill em "O Destino de uma Nação".

Alison Janey a mãe megera de Tonia Harding no filme "Eu, Tonya" venceu como atriz coadjuvante e James Franco levou na categoria ator, comédia ou musical, por "O Artista do Desastre".

A produção da Disney/Pixar "Viva", levou na categoria animação, mas perdeu na melhor canção para This is Me, de "O Rei do Show".

TELEVISÃO
Depois de arrebatar quase todos os principais prêmios no Emmy, "Big Little Lies" foi o grande vencedor no Globo de Ouro, levando 4 prêmios; minissérie, atriz (Nicole Kidman), atriz coadjuvante (Laura Dern) e ator (Alexander Skarsgard).

Na categoria atriz de série dramática, o Globo de Ouro repetiu o Emmy, premiou Elizabeth Moss, por sua atuação em "The Handmaid's Tale", que também venceu como melhor série.

Em ator de série dramática, venceu Sterling K. Brown, de "This is Us", primeiro negro na história a vencer na categoria. Rachel Brosnahan venceu como atriz de série cômica, em "The Marvelous Mrs. Maisel". A surpresa na categoria foi Aziz Ansari, que levou o troféu por "Masters of None"

Dos 25 prêmios, acertei 10 em nossa previsão publicada pelo OVALE em seu portal de notícias e redes sociais. Lembrando que diferentemente do Oscar, no Globo de Ouro só votam os jornalistas estrangeiros sediados em Hollywood, um colegiado de cerca de 100 pessoas, sendo mais difícil a análise precisa do resultado.

E vamos ao Oscar!

Veja abaixo todos os vencedores

TV

Melhor Ator em Série Limitada ou Filme para a TV
Ewan McGregor - Fargo

Melhor Série Limitada ou Filme para a TV
Big Little Lies

Melhor Ator Coadjuvante de TV
Alexander Skarsgard - Big Little Lies

Melhor Atriz em Série Limitada ou Filme para a TV
Nicole Kidman - Big Little Lies

Melhor Série de Comédia ou Musical
The Marvelous Mrs. Maisel

Melhor Série de Drama
The Handmaid's Tale

Melhor Atriz de TV - Musical ou Comédia
Rachel Brosnahan - The Marvelous Mr. Maisel

Melhor Ator de TV - Musical ou Comédia
Aziz Ansari - Master of None

Melhor Atriz Coadjuvante de TV
Laura Dern - Big Little Lies

Melhor Ator de Série de Drama
Sterling K. Brown - This is Us

Melhor Atriz de Série de Drama
Elizabeth Moss - The Handmaid's Tale

Cinema

Melhor Animação
Viva - A Vida é uma Festa

Melhor Filme de Drama
Três Anúncios Para um Crime

Melhor Filme de Comédia ou Musical
Lady Bird - É Hora de Voar

Melhor Filme em Língua Estrangeira
Em Pedaços

Melhor Ator de Filme de Drama
Gary Oldman - O Destino de Uma Nação

Melhor Atriz de Filme de Drama
Frances McDormand - Três Anúncios Para um Crime

Melhor Atriz em Filme de Comédia ou Musical
Saoirse Ronan - Lady Bird - É Hora de Voar

Melhor Ator em Filme de Comédia ou Musical
James Franco - The Disaster Artist

Melhor Ator Coadjuvante em Filme
Sam Rockwell - Três Anúncios Para um Crime

Melhor Atriz Coadjuvante em Filme
Alison Janney - I, Tonya
Laurie Metcalf - Lady Bird - É Hora de Voar

Melhor Diretor em Filme
Guillermo del Toro - A Forma da Água

Melhor Trilha Sonora de Filme
Alexandre Desplat - A Forma da Água

Melhor Canção Original
"This is Me", Benj Pasek, Justin Paul - O Rei do Show

Melhor Roteiro
Três Anúncios Para um Crime

---

Fabrício Correia é membro da Academia Brasileira de Cinema. Jornalista, professor e produtor cultural.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO