São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Ideias
Janeiro 29, 2018 - 23:06

CARTAS


RODOVIA DOS TAMOIOS

Sobre as cartas de leitores publicadas no jornal O Vale, na edição de sábado, dia 27, a ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) esclarece que os limites de velocidade das rodovias estaduais, como a Rodovia dos Tamoios (SP-099), são definidos visando a segurança dos usuários. Esses limites são estabelecidos por estudos técnicos que levam em conta fatores como o traçado da rodovia, a quantidade de pistas, se há trechos de aclive ou declive, os raios de curvatura, a quantidade de acessos, a existência (ou não) de via marginal, interferências (ou não) urbanas, inclinação da rampa (principalmente no caso dos trechos de serra), ser (ou não) trecho urbano, entre outros. A Agência esclarece, ainda, que o pedágio da Tamoios passou a ser cobrado em 1º de junho de 2016, um ano e dois meses após a Concessionária Tamoios ter assumido a operação da estrada. Seguindo o previsto no contrato de concessão, o início da cobrança só ocorreu depois da execução de obras estabelecidos no Programa Intensivo Inicial (PII) como tapa buracos, revitalização da sinalização, substituição de dispositivos de segurança avariados, entre outras, e de estarem concluídos 6% da obra principal prevista no contrato, a duplicação do trecho de serra da rodovia. Cabe destacar, ainda, que desde o início da concessão, a Rodovia dos Tamoios já recebeu investimentos de R$ 976,6 milhões entre obras, manutenção e operação.

Assessoria de Imprensa

Artesp

FEBRE AMARELA

Não podemos esperar a saúde do estado informar se é ou não área de risco quando se tem dados e fatos

Marco Reis

São José dos Campos

ÔNIBUS EM SÃO JOSÉ

São José dos Campos = terra de rico em que os "ricos" pagam quase 6 reais para andar de ônibus. Todos com grana sobrando.... um absurdo! Melhorias não existem, mas aumento teremos sim!. Muitas obras sairão do aumento do IPTU sim! População que paga, afinal, São José é cidade do futuro (obras que beneficiarão alguns somente).

Antonio Carlos Silveira

São José dos Campos

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO