São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Economia
Janeiro 03, 2018 - 01:39

RMVale tem quatro cidades no Top 50 da geração de vagas em São Paulo

Emprego

Emprego. Camila Lima, 22 anos, no PAT de São José dos Campos

Foto: /Rogério Marques/ OVALE

Dos municípios da região no ranking, 14 geraram postos de trabalho em novembro, São Luiz do Paraitinga fechou o mês com zero e 10 cidades perderam vagas; a lista traz os 370 municípios paulistas com mais de 10 mil habitantes

Xandu [email protected]

Quatro cidades do Vale do Paraíba ficaram entre as 50 paulistas mais bem classificadas no ranking estadual do emprego, que avalia o saldo de empregos gerados em novembro de 2017. A melhor delas foi Caraguatatuba, que ficou na 12ª posição da lista com saldo de 270 empregos gerados.

A listagem traz os 370 municípios de São Paulo com mais de 10 mil habitantes e foi elaborada pelo Ministério do Trabalho, com dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

Segundo o órgão, os dados do ranking não foram ajustados. Ou seja, não contabilizam números entregues fora do prazo pelas empresas.

Com isso, São José aparece na 14ª colocação da lista, com saldo de 253 empregos abertos em novembro. Na versão com números ajustados, a cidade tem saldo de 316 postos de trabalho.

Foi a segunda melhor colocação do município na série histórica do ranking, desde janeiro de 2016. Empata com agosto daquele ano e só perde para outubro de 2017, quando chegou ao 2º lugar.

Com saldo de 224 empregos, Ubatuba ocupa a 17ª posição do ranking, acima de Caçapava, que gerou 107 vagas em novembro e ficou na 33ª posição da lista estadual.

Taubaté foi a 72ª cidade no ranking, com saldo de 37 empregos, e registrou a quarta melhor colocação da cidade deste janeiro de 2016.

Jacareí ficou na pior colocação entre as 25 cidades do Vale presentes na listagem paulista. O município fechou o mês com perda de 244 vagas e na 348ª colocação da lista, a segunda pior desde janeiro de 2016. Perde para agosto de 2017, quando ficou na 364ª posição.

Dos municípios do Vale no ranking, 14 geraram empregos, São Luiz do Paraitinga fechou com zero e 10 cidades perderam vagas.

'Economia ainda está em desaceleração e isso afeta o emprego', afirma economista

Na avaliação do economista Edson Trajano, coordenador do Nupes (Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais), da Unitau, ainda há desaceleração da economia no país, o que afeta o emprego.

"Estamos ainda muito distantes da recuperçaão do emprego, mesmo com a propaganda oficial do governo. Depois de alguns meses com saldo positivo, observamos que o saldo caiu e a base de comparação é ruim, com dois anos seguidos de retração", afirmou.

Para ele, é prematuro dizer que país passa por recuperação e que a reforma trabalhista (aprovada em novembro) possa ter responsabilidade na criação ou perda de vagas. "É preciso mais tempo para analisar a reforma. O que falta no país é uma política econômica mais consistente, para poder ver um horizonte".

Trajano vê 2018 sem uma "recuperação em vista".

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO