São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Brasil
Janeiro 02, 2018 - 22:58

Igreja vai treinar candidatos para a disputa das eleições de outubro

Dom Orlando Brandes e padre João Batista no lançamento do "Eu sou o Brasil Ético": "Não votem em ficha suja"

Aparecida. Dom Orlando Brandes e padre João Batista no Santuário

Foto: /Marília Ribeiro/ Divulgação

Arquidiocese de Aparecida discutirá política em escola para formação de leigos e criará Pastoral Política, além de abrir salões das paróquias para candidatos; Santuário Nacional lança nova campanha por ética na política

Xandu [email protected]

A Arquidiocese de Aparecida irá preparar candidatos para as eleições de outubro por meio de uma Pastoral Política e de uma escola para leigos, que começará a funcionar em fevereiro deste ano.

Leigos engajados nas paróquias serão incentivados a entrar para a política, independente do partido. Será cobrado deles respeito à doutrina social da Igreja Católica e aos ensinamentos cristãos.

A ação faz parte do projeto 'Eu sou o Brasil Ético', lançado nesta terça-feira pelo Santuário Nacional de Aparecida e pela Arquidiocese, com liderança do arcebispo dom Orlando Brandes e do padre João Batista Almeida, reitor do Santuário.

"Brasil Ético vai apoiar partidos e pessoas que seguem os critérios que chamamos de éticos e estão fundamentados no Evangelho e no bom senso", disse. Classificando política como 'missão', ele disse que a Igreja deve preparar os candidatos para que cumpram as exigências do trabalho político, sem se deixar corromper pelo poder.

"O projeto quer ajudar a preparar candidatos, dar critérios cristãos e humanos, do bom senso e da justiça. As pessoas livremente, na democracia, terão critérios para discernir", disse Brandes.

Não haverá indicação de candidatos, mas de perfil. "Não se deve votar em quem tem ficha suja".

A escola para leigos funcionará de fevereiro a dezembro, com encontros mensais em Aparecida, onde serão tratados vários temas, como política. A Pastoral Política derivará do atual grupo de Fé e Política, mas que deve ganhar novo fôlego..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO