São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Viver
Novembro 06, 2017 - 23:54

Espetáculo fecha com chave de ouro 3º Ateliê Internacional

Participantes comemoram após espetáculo final, por Beatriz Ferreira/Ateliê/SPDC

Participantes comemoram após espetáculo final, por Beatriz Ferreira/Ateliê/SPDC

Foto: Beatriz Ferreira/Ateliê/SPDC

Evento reuniu apaixonados pela dança de todos os cantos do Brasil durante cinco dias de aulas, palestras e processos coreográficos em Campos do Jordão

Especial para OVALE
Campos do Jordão

A noite de sábado (4) fechou com "chave de ouro" o 3º Ateliê Internacional São Paulo Companhia de Dança, que ocorria na cidade desde o dia 31 de outubro, no auditório Claudio Santoro e museu Felícia Leirner, em Campos do Jordão. Foi um espetáculo inesquecível que encerrou os cinco dias de aulas e processos coreográficos que contou com a presença de mestres da dança: Edison Araya, Sérgio Rocha, Eva Schul, Edson Santos e Ady Addor.

O 3º Ateliê Internacional reuniu mais de 100 bailarinos e professores do país e exterior em um universo mágico de pessoas apaixonadas pela dança. Durante cinco dias de Ateliê, os bailarinos participantes se dividiram em dois grupos distintos para aulas de balé clássico, dança contemporânea e jazz.

Para o superintendente da São Paulo Companhia de Dança, Luca Baldovino, o 3º Ateliê Internacional cumpriu sua missão. “O Ateliê é sempre um evento muito feliz, é uma festa. Trabalhar com dança tem a ver com prazer. E ver o resultado dos processos coreográficos, diante de um período tão curto de evento, é lindo de ver”, enfatizou.

Pura emoção

O 3º Ateliê Internacional teve a coordenação impecável da diretora artística da SPCD, Inês Bogéa. “O Ateliê permite que os alunos possam vivenciar o dia a dia de uma companhia profissional, que vai desde a variedade de gêneros da dança, com aulas e processos coreógrafos, até essa convivência íntima, que é similar de quando uma companhia de dança viaja. O espetáculo da São Paulo Companhia de Dança, durante o Ateliê, é uma troca. Eles ficam emocionados de um lado e de outro, e essa energia você sente na plateia”, ressaltou.

Toda essa vivência resultou no espetáculo ao final do evento, apresentado no auditório Claudio Santoro. As coreografias foram "Estudo Bach", de Edison Araya; "Adeus", de Edson Santos; "Passion Patrona", de Eva Schul; e "Antropofágicos", de Sérgio Rocha. 

Para abrir o espetáculo foram convidados alunos das escolas de dança Vanessa Ballet e Expressão em Movimento, de Campos do Jordão, que apresentaram as coreografias "Le Grand Valse", de Vanessa Ellias; e "Shiva Nataraja", de Silvana Santos, respectivamente.

Para os participantes do Ateliê Internacional, o evento serviu para muito aprendizado e novos amigos: “Foi muito engrandecedor profissional e pessoalmente”, afirmou Andriw Araújo, 25 anos, que saiu do Rio de Janeiro para participar do evento.

O Ateliê Internacional é uma realização do Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Estado da Cultura via Proac (Programa de Ação Cultural), Associação Pró-Dança e São Paulo Companhia de Dança. E contou com o apoio de OVALE em sua divulgação e cobertura. 

--

Ana Cláudia Mattos

Especial de Campos do Jordão

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO