São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Novembro 03, 2017 - 22:56

Por marca, Felicio planeja obras para o segundo ano de mandato

Ponte - Córrego Senhorinha

Perigo. Jovens atravessam passarela sobre o córrego Senhorinha; Felicio quer uma ponte no local

Foto: /Rogério Marques / OVALE

Garantir que as grandes obras de infraestrutura deslanchem está na lista de prioridades do tucano para 2018, que pouco avançou neste sentido até agora; projeto de uma ponte para a região sul começa a ser desenvolvido

João Paulo Sardinha@jpsardinha
São José dos Campos

Na reta final de 2017, o prefeito de São José dos Campos, Felicio Ramuth (PSDB), começa a planejar o segundo ano de seu mandato.

E garantir que as grandes obras de infraestrutura deslanchem está na lista de prioridades do tucano para 2018, já que pouco avançou nesta área até agora.

No governo, existe a convicção de que este é o momento-chave para garantir o sucesso de empreendimentos de longo prazo, como a Via Cambuí e o túnel da Rotatória do Gás, na zona leste da cidade. A ordem é evitar atraso e complicações.

"Tem muita coisa programada para 2018. Tem a Via Cambuí, que será iniciada, o encerramento das obras antienchentes no Jardim Augusta. Vamos trabalhar na Rotatória do Gás, além das creches em parceria com o governo estadual", afirmou Felicio.

O que não muda é o modelo de financiamento das obras. Em 2018, a gestão continuará apostando recursos externos, como emendas parlamentares.

Na última semana, o prefeito garantiu R$ 2 milhões para a construção de uma ponte entre os bairros Campo dos Alemães e Bosque dos Eucaliptos, na zona sul da cidade. O recurso será viabilizado por meio de emenda do deputado federal Eduardo Cury (PSDB).

A travessia, sobre o córrego Senhorinha, hoje é exclusiva para pedestre. A ideia é fazer uma ponte definitiva, que inclua passagem de carros e ônibus. No governo Carlinhos Almeida (PT) havia um projeto básico para a obra.

OPOSIÇÃO

O líder do PT na Câmara, Wagner Balieiro (PT), disse que em 11 meses "o governo Felicio não entregou nenhuma obra de relevância, além das já iniciadas na gestão Carlinhos".

"Algumas, inclusive, ainda não foram entregues com atraso proposital", disse o parlamentar, citando o Teatrão, a ponte Maria Peregrina e a Via Oeste. "E, no orçamento, não tem nenhuma novidade. Se continuar nessa linha, a nossa cobrança vai ser pelo término de obras iniciadas por Carlinhos", finalizou Balieiro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO