São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Nossa Região
Novembro 14, 2017 - 07:45

Déficit no efetivo da Polícia Civil atinge 19 cidades da região

Operação da DIG

Operação. Policiais da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) em operação na zona leste de São José

Foto: /Rogério Marques/OVALE

Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de SP aponta carência de policiais civis em municípios do Vale, incluindo Guará, Jacareí, Cruzeiro, Ubatuba, Taubaté, Pinda e Campos

Danilo Alvim@DaniloAlvim_
Taubaté

Mais violenta do interior do estado, a RMVale tem pelo menos 19 cidades (48%) com déficit no efetivo da Polícia Civil, entre os cargos de delegado, investigador, escrivão, agente, papiloscopista e carcereiro.

A informação é de um levantamento feito pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de SP, obtido com exclusividade por OVALE. Jacareí lidera o índice com déficit de 55 policiais e Taubaté é segundo com 34.

Completam a lista, Cruzeiro (16), Pindamonhangaba (16), Campos do Jordão (12), Tremembé (10), Cachoeira Paulista (8), Lorena (8), Caçapava (7), Ubatuba (7), Redenção da Serra (5), Guaratinguetá (4), Ilhabela (4), São Luiz do Paraitinga (4), Monteiro Lobato (3), Piquete (3), Areias (1), Canas (1) e Silveiras (1).

Já São José dos Campos tem saldo positivo de 10.

"O déficit é muito significativo e não é exclusividade do Vale. A população do estado de São Paulo está totalmente desprotegida. O governo não está cumprindo o seu papel com quem o elegeu. A partir do momento que não viabiliza a segurança, inviabiliza outras questões sociais, como lazer, educação e saúde", disse a presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado, Raquel Kobashi Gallinati.

A RMVale tem sete municípios sem delegado (Arapeí, Areias, Igaratá, Lagoinha, Monteiro Lobato, Piquete e Redenção). "A falta de estrutura na Polícia Civil só beneficia o crime organizado e a impunidade", disse.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública rebateu os dados. "O Sindicato distorce dados e fatos a fim de justificar uma tese equivocada. O suposto déficit apontado pelo sindicato leva em consideração 2.486 mil cargos de carcereiros, que foram extintos em razão do fechamento das carceragens em distritos policiais"..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO