São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Brasil
Novembro 27, 2017 - 23:45

Francisco chega em meio a tensão sobre 'rohingyas'

Papa Francisco visita Mianmar

Visita. Papa Francisco durante a chegada ao Mianmar, na Ásia

Foto: /Divulgação

Líder da Igreja Católica foi ao país asiático e ficou em arcebispado, já que ainda não existe uma embaixada do Vaticano no país; relações entre ambos teve início em maio

Agência [email protected]

O papa Francisco chegou nesta segunda-feira a Mianmar, onde encontrou uma Igreja que lhe recomendou prudência na hora de referir-se à perseguição da minoria muçulmana rohingya e que apoia fortemente à chefe do governo, Aung San Suu Kyi, apesar das críticas internacionais.

Após sua chegada e para descansar da longa viagem, Francisco se transferiu à residência do arcebispo de Yangun, Charles Maung Bo, nomeado cardeal em 2015 pelo próprio papa.

Francisco se alojará no arcebispado devido ao fato de que ainda não existe uma nunciatura (embaixada vaticana) em Mianmar, uma vez que as relações entre ambos Estados se iniciaram em maio deste ano, e já poderá abordar com o purpurado birmanês como encontrar um "equilíbrio linguístico" para falar dos rohingyas. Paradoxalmente foi o papa que em fevereiro deste ano lançou uma chamada à comunidade internacional sobre o drama que estavam vivendo os rohingyas, a minoria muçulmana que vive no oeste de Mianmar, "expulsos, torturados e assassinados pela sua fé", segundo disse durante uma oração do Angelus.

"São bons. Não são cristãos. São gente pacífica. São nossos irmãos e irmãs e há anos sofrem, são torturados, assassinados, simplesmente por seguir sua fé muçulmana", declarou..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO