São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Brasil
Novembro 07, 2017 - 22:14

Maia diz que Temer deve procurar as lideranças para discutir Previdência

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia

Estratégia. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, quer novo encontro entre lideranças

Foto: /Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A reforma está paralisada desde que a Câmara recebeu do STF a primeira denúncia contra o presidente da República pelo crime de corrupção passiva, apresentada pela PGR

Débora BritoAgência Brasil

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, voltou a defender ontem que o presidente Michel Temer converse com os líderes partidários para convencê-los sobre a reforma da Previdência. Antes de seguir para o Palácio do Planalto, para se reunir com o presidente, o deputado disse que não dá para estar tão otimista, porque o tema é polêmico, mas necessário para evitar o aumento da dívida pública.

"[Acho que] O presidente [Temer] deve chamar seus líderes dos partidos, individualmente, e tentar mais uma conversa de forma bem tranquila, mostrando qual é o impacto da não realização da [reforma da] Previdência já em 2018. A despesa da Previdência está crescendo R$ 50 bilhões, R$ 60 bilhões por ano, e isso vai tornar o Brasil inviável em pouco tempo. Nós vamos caminhar para uma relação dívida - PIB bruto insustentável", disse.

A reforma está paralisada desde que a Câmara recebeu do Supremo Tribunal Federal a primeira denúncia contra o presidente da República pelo crime de corrupção passiva, apresentada pela Procuradoria-Geral da República, em 29 de junho. O fato contribuiu para dispersar o apoio dos partidos da base aliada à proposta de mudanças na aposentadoria.

Maia sinalizou que apoia o avanço da proposta de forma reduzida, por meio de projeto de lei ou outra proposição que necessite de menos votos. Por se tratar de uma emenda constitucional, a proposta que altera as regras de acesso à aposentadoria precisa de pelo menos 308 votos entre os 513 deputados para ser aprovada. A votação deve ocorrer em dois turnos..

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO