São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Outubro 12, 2017 - 00:12

Enpavi oferece melhor proposta para construção da Via Cambuí 

Licitação - Via Cambuí

Propostas. Caixas com a documentação da 11 empresas, na manhã de ontem, no Paço Municipal

Foto: /Cláudio Vieira / PMSJC 

Consórcio Enpavi-ED ofereceu a melhor proposta para construir a Via Cambuí, eixo de ligação entre as regiões leste e sudeste de São José. Foram 11 interessados na obra do corredor viário. Grupo ofertou R$ 90.397.044,67

João Paulo [email protected]
São José dos Campos

O Consórcio Enpavi-ED ofereceu a melhor proposta para construir a Via Cambuí, eixo de ligação entre as regiões leste e sudeste de São José dos Campos. 

A Licitação Pública Internacional, ocorrida na manhã de ontem, no Paço, teve 11 interessados, sendo sete consórcios e quatro empresas. A Enpavi ofertou R$ 90.397.044,67. O valor de referência é R$ 141,3 milhões.

Em seguida, vieram Construcap CCPS Engenharia e Comércio (R$ 96.841.547,00), Consórcio EJ Cambuí 2017 (R$ 102.716.317,48) e Consórcio Encalso - Bandeirantes (R$ 105.915.102,33).

A Prefeitura de São José dos Campos, a partir de agora, vai analisar os documentos de todos os participantes. 

O vencedor da concorrência também precisa ser homologado pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), que vai financiar a obra viária de 8,6 quilômetros.

O edital prevê a construção da Via Cambuí e do prolongamento da rua Saigiro Nakamura, na Vila Industrial, zona leste da cidade. 

O corredor viário e o prolongamento são cruciais para desafogar o trânsito em trechos críticos das regiões leste e sudeste do município.

O prazo de conclusão da Via Cambuí será de 20 meses. O governo Felício Ramuth (PSDB) espera iniciar a construção na segunda quinzena de janeiro de 2018.

"Nossa programação é iniciar a obra no começo do ano. Acredito que há tempo suficiente. Licitação desse porte, desse tamanho, pode haver recurso judicial. Inclusive, é direito das empresas participantes", afirmou o prefeito Felício Ramuth (PSDB), que acompanhou parte do processo licitatório.

CONSÓRCIOS.

As outras participantes foram Consórcio HFC/AZVI (R$ 109,156 mi), Consórcio Potencial (R$ 110,268 mi), Consórcio Triunfo (R$ 111,118 mi), Consórcio Ferreira Guedes - Paulitec (R$ 113,900 mi), S.A Paulista de Construções e Comércio (R$ 118,121 mi), Carioca Engenharia (R$ 127,847 mi) e Serveng-Civilsan S/A (R$ 135,179 mi)..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO