São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Nossa Região
Outubro 05, 2017 - 00:14

Vale tem mais de 10 mil celulares levados por ladrões só neste ano

Polícia Militar intensificou ações contra os fluxos do funk na região leste de São José

Polícia Militar intensificou ações contra os fluxos do funk na região leste de São José

Foto: /Beto Freitas/PMSJC

Aparelhos são uma coqueluche entre os bandidos, tornando-se alvos preferenciais em roubos e furtos. Entre os meses de janeiro e agosto de 2017, de acordo com dados oficiais, foram registrados 10.323 casos no Vale do Paraíba

Guilhermo [email protected]
São José dos Campos

Objeto de desejo dos consumidores, ávidos pelas novidades do mercado, os celulares também são febre entre outro público: os bandidos. Os aparelhos são um dos alvos principais dos criminosos no Vale do Paraíba, tida como a mais violenta região de São Paulo.

Em 2017, no período entre janeiro e agosto, foram roubados ou furtados mais de 10 mil telefones na RMVale, de acordo com dados oficiais da Secretaria de Segurança Pública do Estado. Na média, um caso é registrado a cada meia hora. De acordo com a estatística oficial os ladrões levaram precisamente 10. 323 aparelhos nos oito primeiros meses do ano -- 42 telefones a cada 24 horas.

Foram registrados 5.141 furtos e 5.182 roubos de celular na região durante o período -- os equipamentos são revendidos no mercado clandestino ou são trocados em biqueiras (pontos de venda de droga).

MAPA.

De acordo com as estatísticas, a região de São José dos Campos (composta também por Caçapava, Monteiro Lobato e Jambeiro) foi a recordista no número de casos. De janeiro a agosto foram 3.818, com 1.755 furtos e 2.063 roubos registrados.

A prevenção e o combate ao furto e roubo de celulares foi um dos alvos definidos pela 'São José Unida - Segurança e Inteligência', força-tarefa que inclui prefeitura, polícias, entre outras entidades.

Na seccional de Taubaté, que tem ainda nove outros municípios, como Campos do Jordão, Pindamonhangaba e Tremembé, foram 2.317 casos -- sendo 1.149 furtos e 1.168 roubos de celulares neste ano.

Na sequência do 'ranking' do Vale estão Litoral Norte (1.748 casos), e depois as regiões de Guaratinguetá (1.131), Jacareí (1.004) e Cruzeiro (305).

Prevenção ajuda a evitar a ação dos bandidos, afirma o comando da PM

A PM estabeleceu como prioridade no Vale o combate aos crimes violentos, como homicídios e roubos -- eles tiveram queda de 20,52% e 11.71% em 2017. No caso dos celulares, a corporação destaca a importância da prevenção. "As vítimas não são responsáveis pelos crimes. O culpado é sempre o criminoso. Mas a adoção de comportamentos seguros por parte da população é um ato de responsabilidade social e contribui para a redução dos crimes e melhoria da qualidade de vida", disse o capitão Arlindo Albergaria Junior, chefe da Comunicação da PM no Vale..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO