São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Brasil
Outubro 31, 2017 - 18:48

Bélgica afirma que líder catalão terá os mesmos direitos dos europeus

Defesa. O primeiro-ministro belga, Charles Michel

Defesa. O primeiro-ministro da Bélgica, Charles Michel

Foto: /Divulgação


 O primeiro-ministro da Bélgica, Charles Michel, informou ontem em um comunicado oficial que o ex-presidente da Catalunha, Carles Puigdemont, que está em Bruxelas, terá "os mesmos direitos e deveres que qualquer cidadão europeu, nem mais nem menos".

Puigdemont deixou a Catalunha após o governo espanhol ter aplicado o Artigo 155 da sua Constituição, que suspendeu a autonomia daquela comunidade autônoma e destituiu Puigdemont e outros membros de seu governo dos cargos que ocupavam, após os mesmos terem declarado, unilateralmente, a independência da região, na última sexta-feira (27).

"O senhor Puigdemont não está na Bélgica nem a convite nem por iniciativa do governo belga. A livre circulação dentro da área Schengen [tratado europeu que dá o direito aos seus cidadãos de circular em 26 países do continente sem precisar passar por controle de passaporte] permite que ele esteja presente na Bélgica sem qualquer outra formalidade".

Ontem, à imprensa em Bruxelas, Puigdemont disse que não pretende pedir asilo na Bélgica, mas que não voltará à Espanha enquanto não tiver garantias de um julgamento justo..

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO