São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Brasil
Outubro 12, 2017 - 19:38

Alckmin elogia decisão do STF e cutuca Doria: 'Não sei nem se está no Brasil'

Geraldo Alckmin em Aparecida

Entrevista. Durante coletiva, governador de São Paulo comentou a decisão do STF e cutucou seu rival

Foto: Rogério Marques / OVALE

Em entrevista, governador defende decisão do Supremo, que favorece Aécio Neves, e dá indireta em prefeito de São Paulo, possível adversário na corrida ao Planalto em 2018

Caíque [email protected]
Aparecida

Em Aparecida para a festa de Nossa Senhora, onde foi vaiado ao lado de outros políticos, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) defendeu a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de que o afastamento de parlamentares precisa de aval do Congresso.

Em entrevista coletiva, o tucano foi questionado sobre o caso, que pode retomar o mandato do senador afastado Aécio Neves (PSDB), por exemplo, já na próxima semana, e elogiou a decisão dos ministros do Supremo.

"Os poderes são independentes. Judiciário, Executivo e Legislativo devem ser harmônicos. A decisão do Supremo foi correta no sentido de evitar uma crise institucional, por exemplo. No caso do parlamentar tem que se ouvir o parlamento", disse o tucano. "Decisão do STF se respeita e se cumpre", completou.

Alckmin aproveitou para 'cutucar' o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), possível adversário na corrida ao Planalto em 2018. "Não sei nem se está no Brasil", disse, ao ser perguntado se havia falado com o correligionário nesta quinta - o prefeito da capital não foi a Aparecida. "O critério de escolha é do partido, o que sempre defendi. QUe se tiver mais de um candidato, deve-se fazer prévia", completou o governador.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO