São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Nossa Região
Setembro 13, 2017 - 11:17

Metalúrgicos da Avibras fazem greve na unidade de Jacareí

Funcionários reivindicam a aprovação da reforma da Previdência, atualmente em tramitação na Câmara dos Deputados

Funcionários reivindicam a aprovação da reforma da Previdência, atualmente em tramitação na Câmara dos Deputados

Foto: Divulgação/Sindicato dos Metalúrgicos

Cerca de 1,8 mil trabalhadores da empresa ficarão 24 horas sem trabalhar

Da Redação

Os 1,8 mil trabalhadores da Avibras, indústria bélica localizada em Jacareí, iniciaram uma greve na manhã desta quarta-feira (13). A mobilização é contra a aplicação da reforma trabalhista, sancionada em julho. A greve deve durar cerca de 24 horas.

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, a greve é uma luta por 9,2% de reajuste e renovação das convenções e acordos coletivos, que garantem uma série de direitos da categoria. Na Avibras, os trabalhadores também reivindicam estabilidade no emprego.

“Os metalúrgicos não vão aceitar as imposições patronais para retirar direitos. Agora, é o momento de mostrarmos a nossa força para garantir a renovação das convenções coletivas e afastar o fantasma da reforma trabalhista”, disse o presidente do Sindicato, Antônio de Barros, o Macapá.

OUTRO LADO.

Questionada, a Avibras enviou a seguinte nota:

"A Avibras esclarece que no último dia 28, recebeu as reivindicações do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos relativas à negociação na data-base.

No dia 6 de setembro, a companhia apresentou uma contraproposta seguindo o rito normal de negociação.

Na última segunda-feira, dia 11, o sindicato realizou assembleia e informou à empresa que mantinha as reivindicações e que acrescentava novo item na sua pauta de demandas. O sindicato também declarou estado de greve.

Para a empresa, o acréscimo de um novo item caracterizava continuidade da negociação.  Na manhã de hoje, o sindicato fez clara opção pelo caminho do conflito e não da negociação.  A Avibras formalizará ao sindicato, sua surpresa com o caminho adotado e reafirmará o seu interesse na continuidade das negociações.

Visando honrar os seus compromissos com clientes, fornecedores e sobretudo com os seus colaboradores, a empresa destaca ser imprescindível a retomada da normalidade em suas atividades"

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO