São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Enem
Setembro 28, 2017 - 18:01

OVALE Enem - Fascículo 13


FASCÍCULO 14 - CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS

Com este fascículo, encerramos o es¬tudo da área de Ciências da Natureza e suas Tecnologias apresentando as últimas competências: 7 e 8. Tais competências esperam que o candi¬dato aproprie-se de conhecimentos da Química e da Biologia, respectiva¬mente, para, em situações-problema, interpretar, avaliar ou planejar inter¬venções científico-tecnológicas.

No próximo fascículo, traremos ques¬tões relativas à área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.

Bons estudos!

---

COMPETÊNCIA DE ÁREA 7: Apropriar-se de conhecimentos da Química para, em situações-problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.

HABILIDADE 24: Utilizar códigos e nomenclatura da Química para caracterizar materiais, substâncias ou transformações químicas.

1. As vitaminas são micronutrientes necessários ao organismo. Geralmente, não podem ser produzidas pelo orga¬nismo humano, por isso devem estar presentes diariamente na alimentação.

São divididas em dois grupos: as li¬possolúveis (vitaminas A, D, E e K) e as hidrossolúveis (vitaminas B1, B2, B6, B12, C, ácido fólico, niacina, ácido pantotênico e ácido paramino-benzoico).

As diferenças de solubilidade em água entre as vitaminas hidrossolú¬veis e lipossolúveis podem ser en¬tendidas em termos da estrutura da molécula. Veja as estruturas das mo¬léculas da vitamina A e da vitamina C, mostradas a seguir.

foto 1

Com base nessas estruturas, pode-se afirmar que

a) a vitamina A é um álcool de cadeia carbônica longa, podendo ser consi¬derada muito polar.

b) a vitamina C é uma molécula me¬nor contendo mais grupos hidroxílicos, sendo insolúvel em água.

c) a vitamina A é mais solúvel nas gorduras, podendo ser armazenada por mais tempo no corpo.

d) a vitamina C não forma pontes de hidrogênio com a água.

e) a vitamina A é mais solúvel em água que a vitamina C.

2. Extrair um dente é um procedimen¬to que não requer anestesia geral, sendo utilizados, nesses casos, os anestésicos locais, substâncias que insensibilizam o tato de uma região e, dessa forma, eliminam a sensação de dor. Você já pode ter entrado em con¬tato com eles no dentista ou se o mé¬dico lhe receitou pomada para aliviar a dor de queimaduras.

Exemplos de anestésicos locais são o eugenol e a benzocaína, cujas fór¬mulas estruturais aparecem a seguir.

Exemplos de anestésicos locais:

fto2

Sobre as estruturas anteriores, pode¬-se afirmar que

a) o eugenol representa um hidrocar¬boneto insaturado.

b) a benzocaína possui uma estrutura saturada e homogênea.

c) as duas estruturas representam hidrocarbonetos insaturados e hete¬rogêneos.

d) se verifica a presença de um grupo funcional ácido carboxílico no eugenol.

e) a benzocaína possui um grupo fun¬cional amina e uma estrutura insaturada.

3. O ácido nalidíxico é um medica¬mento antibacteriano, utilizado no tra¬tamento de infecções do trato urinário causadas por bactérias gram-negati¬vas. Esse fármaco, cuja fórmula estru-tural está representada abaixo, atua inibindo a síntese do DNA bacteriano.

foto3

A respeito da molécula do ácido nalidíxi¬co, é correto afirmar que esta apresenta

a) os grupos funcionais ácido carboxí¬lico, amida e cetona.

b) fórmula molecular C12H11N2O3.

c) sete carbonos híbridos sp².

d) isômeros planos de função e isôme¬ros geométricos cis/trans.

e) seis carbonos primários, sendo três te¬traédricos e três trigonais planos.

---

COMPETÊNCIA 7

HABILIDADE 25: Caracterizar materiais ou substâncias, identificando etapas, rendimentos ou implicações biológicas, sociais, econômicas ou ambientais de sua obtenção ou produção.

4. Entre as marcas de água, algumas se destacam em razão de fatores como a qualidade – que, nesse caso, se liga à composição: o nível de CO² determina quanto ela é gaseificada, o pH influencia o sabor e o índice de minerais pode determinar águas mais neutras e leves. Certa água mineral gasosa é coletada na fonte e passa por um processo no qual água e gás são separados e recombinados – rein¬jetando-o no líquido durante o engar¬rafamento. Esse tratamento permite ajustar a concentração de CO2, numa amostra dessa água, em 7 g/L. Com base nessas informações, é cor¬reto afirmar que

a) a condutividade elétrica dessa água é nula, devido ao caráter apolar do dióxido de carbono que ela contém.

b) uma garrafa de 750 mL dessa água contém 3 litros de CO2.

c) essa água tem pH na faixa ácida, devi¬do ao aumento da concentração de íons [H3O+] formados na dissolução do CO2.

d) o grau de pureza do CO2 dessa água é baixo, pois o gás contém re¬síduos do solo que a água percorre antes de ser coletada.

e) devido ao tratamento aplicado no engarrafamento dessa água, seu pon¬to de ebulição é o mesmo em qualquer local que seja colocada a ferver.

---

COMPETÊNCIA 7

HABILIDADE 26: Avaliar implicações sociais, ambientais e/ ou econômicas na produção ou no consumo de recursos energéticos ou minerais, identificando transformações químicas ou de energia envolvidas nesses processos

5. A obtenção de energia é uma das grandes preocupações da socieda¬de contemporânea e, nesse aspecto, encontrar maneiras efetivas de gerar eletricidade por meio de reações quí-micas é uma contribuição significativa ao desenvolvimento científico e tecno¬lógico.

A figura mostra uma célula eletroquí¬mica inventada por John Daniell em 1836. Trata-se de um sistema for¬mado por um circuito externo capaz de conduzir a corrente elétrica e de interligar dois eletrodos que estejam separados e mergulhados em um eletrólito. Uma reação química que ocorre nesse sistema interligado leva à produção de corrente elétrica.

foto4

Com base nessas informações, é correto afirmar que

a) a energia produzida nessa célula eletroquímica pela reação de oxirre¬dução espontânea é transformada em energia na forma de calor para realizar trabalho útil.

b) os elétrons migram espontanea¬mente, pelo fio metálico, do eletrodo de cobre para o de zinco.

c) a reação de redução do Cu2+ con¬some elétrons e, para compensar essa diminuição de carga, os íons K+ migram para o cátodo através da pon¬te salina.

d) a força eletromotriz gerada por essa célula eletroquímica a 25 °C equivale a –1,1 V.

e) ocorrerá um desgaste no eletrodo de cobre.

---

COMPETÊNCIA DE ÁREA 8: Apropriar-se de conhecimentos da Biologia para, em situações-problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.

HABILIDADE 28: Associar características adaptativas dos organismos com seu modo de vida ou com seus limites de distribuição em diferentes ambientes, em especial em ambientes.

6. Alguns anfíbios e répteis são adaptados à vida subterrânea. Nessa situação, apresentam algumas carac¬terísticas corporais, como ausência de patas, corpo anelado que facilita o deslocamento no subsolo e, em al¬guns casos, ausência de olhos. Suponha que um biólogo tentasse ex¬plicar a origem das adaptações men¬cionadas no texto utilizando conceitos da teoria evolutiva de Lamarck. Ao adotar esse ponto de vista, ele diria que

a) as características citadas no texto foram originadas pela seleção natural.

b) a ausência de olhos teria sido cau¬sada pela falta de uso destes, segun¬do a lei do uso e desuso.

c) o corpo anelado é uma caracterís¬tica fortemente adaptativa, mas seria transmitida apenas à primeira geração de descendentes.

d) as patas teriam sido perdidas pela falta de uso e, em seguida, essa ca¬racterística foi incorporada ao patrimô¬nio genético e, então, transmitida aos descendentes.

e) as características citadas no texto foram adquiridas por meio de muta¬ções e depois, ao longo do tempo, foram selecionadas por serem mais adaptadas ao ambiente em que os or-ganismos se encontram.

---

COMPETÊNCIA 8

HABILIDADE 29: Interpretar experimentos ou técnicas que utilizam seres vivos, analisando implicações para o ambiente, a saúde, a produção de alimentos, matérias-primas ou produtos industriais.

7. É possível obter-se maior quantida¬de de iogurte misturando leite a iogur¬te natural. Observe as duas receitas a seguir.

Receita 1: Misturar o leite ao iogurte natural, ferver e depois misturar com geleia de morango, mantendo à tem¬peratura ambiente até o dia seguinte.

Receita 2: Ferver o leite e depois misturar ao iogurte natural, mantendo à temperatura ambiente até o dia se¬guinte, e só então misturar com geleia de morango.

Em uma das receitas, obtém-se um saboroso iogurte; mas, na outra, o leite fica com odor, sabor e aspecto desagradáveis. A receita que fica com sabor desagradável é a

a) 1, porque a fervura do iogurte elimi¬na os lactobacilos do iogurte respon¬sáveis pela fermentação láctica.

b) 2, porque a geleia de morango fa¬cilita a instalação de bactérias decom¬positoras.

c) 1, porque manter à temperatura ambiente de um dia para o outro pro¬move decomposição.

d) 2, porque se deve ferver o leite junto ao iogurte para eliminar todos os micro-organismos.

e) 1, porque o iogurte deve ser fervido antes do leite para que se eliminem seus micro-organismos.

8. Novas variedades de plantas co¬mestíveis podem ser desenvolvidas pelo homem através de várias técni¬cas, estando entre as principais a se¬leção artificial, ou melhoramento gené¬tico, e a técnica do DNA recombinante. A seleção artificial utiliza cruzamentos controlados em que se usam indivídu¬os com as características desejadas na nova variedade, selecionando, en¬tre os descendentes, aqueles com tais características e eliminando do grupo de cruzamento os descendentes de características indesejáveis, repetin¬do-se o procedimento até padronizar a característica no grupo. A técnica do DNA recombinante utiliza enzimas de restrição que cortam trechos de DNA de um organismo e os transfere para outro organismo.

Uma vantagem da seleção artificial sobre a técnica do DNA recombinante é que

a) pode produzir plantas que não são obrigatoriamente estéreis.

b) pode adicionar maior variedade de características às plantas.

c) não traz risco algum de levar a de¬sequilíbrios ecológicos.

d) é mais aceita pelos consumidores e ecologistas.

e) permite a produção de substâncias não encontradas na espécie original.

9. Quando se mede a taxa de fotos¬síntese de uma planta, percebe-se que essa taxa pode aumentar ou diminuir, em função de certos parâmetros. Es¬ses parâmetros são conhecidos como fatores limitantes da fotossíntese. A fotossíntese tem alguns fatores limitan¬tes: alguns intrínsecos, como disponibi¬lidade de clorofila, enzimas e cofatores; e outros extrínsecos, como a concen¬tração de CO2, temperatura, compri¬mento de onda e intensidade luminosa.

foto5

O gráfico anterior representa o resul¬tado de um experimento em que foi medida a velocidade da fotossíntese em função da temperatura na folha de um vegetal mantida sob iluminação constante. Com base na análise do gráfico, pode¬-se concluir que

a) em temperaturas muito baixas, a velocidade da fotossíntese é pequena em consequência da baixa produção de CO2 necessária ao processo.

b) em um experimento em que a tem¬peratura fosse mantida constante e a luminosidade fosse aumentando, o re¬sultado permitiria a construção de um gráfico que seria igual ao apresentado.

c) a temperatura atua como fator limi¬tante da fotossíntese, porque o calor desnatura as proteínas responsáveis pelo processo.

d) o aumento da temperatura ocasio¬na um aumento na velocidade de fo¬tossíntese, porque a entrada de oxigê¬nio na folha torna-se mais rápida com o aumento da temperatura.

e) o aumento da temperatura faz com que a fotossíntese se acelere por con¬ta do aumento da fosforilação cíclica dependente de O2.

10. A crescente preocupação com a qualidade de vida envolve a preocupa¬ção ambiental, pois a sociedade, por meio da evolução científica e tecnoló¬gica, descobriu que as condições am-bientais são importantes para a saúde e para o seu bem-estar, tanto a curto como a longo prazo. O Brasil possui vastos recursos naturais que devem ser cuidadosamente explorados e utiliza¬dos. A busca do desenvolvimento socio¬econômico é a tarefa mais difícil em um país cuja grande parte da população ainda carece de condições mínimas de sobrevivência. A ideia de desenvol¬vimento sustentável tem sido cada vez mais discutida junto às questões que se referem ao crescimento econômico.

De acordo com esse conceito, consi¬dera-se que

a) o meio ambiente é fundamental para a vida humana e, portanto, deve ser intocável.

b) os países subdesenvolvidos são os únicos que praticam essa ideia, pois, por sua baixa industrialização, preser¬vam melhor o seu meio ambiente do que os países ricos.

c) ocorre uma oposição entre desen¬volvimento e proteção ao meio am¬biente e, portanto, é inevitável que os riscos ambientais sustentem o cresci¬mento econômico dos povos.

d) deve-se buscar uma forma de pro¬gresso socioeconômico que não com¬prometa o meio ambiente, sem que, com isso, deixe de utilizar os recursos nele disponíveis.

e) são as riquezas acumuladas nos países ricos, em prejuízo das antigas colônias durante a expansão colonial, que devem, hoje, sustentar o cresci¬mento econômico dos povos.

---

Macaque in the trees
OVALE Enem

Macaque in the trees
OVALE Enem
a

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO