São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Setembro 01, 2017 - 23:24

Após cinco anos, Alckmin investiu 44% do prometido em hospitais de Taubaté

Ortiz Junior e Geraldo Alckmin durante evento no HU, em 2015

Gestão. Ortiz Junior e Geraldo Alckmin em evento no HU, em 2015. Prefeito quer retomar a unidade

Foto: /Divulgação

Em 2012, governador prometeu investir R$ 30 milhões no Hospital Regional e R$ 20 milhões no Universitário, mas até agora foram aplicados R$ 22,4 milhões; apesar do número, Estado aponta avanços no atendimento

Julio [email protected]
Taubaté

Cinco anos após a promessa de investir R$ 50 milhões no Complexo de Saúde de Taubaté, formado pelos hospitais Regional e Universitário, o governo Geraldo Alckmin (PSDB) aplicou R$ 22,4 milhões nas duas unidades, o que representa 44,8%.

O resultado pode ser notado no número de leitos. Quando a integração foi anunciada, em setembro de 2012, eles somavam 397. A meta era que o complexo alcançasse 720 vagas. Hoje são 422.

O governo estadual diz que o processo de ampliação é "dinâmico e contínuo", sem prazo para finalização.

Embora os números ainda estejam distantes do prometido, a avaliação do secretário adjunto de Saúde do Estado, Eduardo Ribeiro, é de que o processo foi "exitoso".

"Apesar de toda a crise que o país vive, a saúde de São Paulo não só está em pé, mas avança. É uma vitória perto do que se observa do potencial de investimento de outros Estados", disse Ribeiro.

Segundo o governo estadual, o investimento feito nos dois hospitais possibilitou ampliação de setores, aquisição de equipamentos, entre outros recursos para melhoria da assistência. Outro avanço foi obtido após a otimização do atendimento: o HR passou a concentrar casos cirúrgicos, de alta e média complexidade, e o HU a parte clínica.

Essa integração permitiu, no HR, crescimento de 86% no número de consultas ambulatoriais, de 53% no volume de cirurgias e de 21% nos procedimentos e exames.

No HU, houve aumento de 47,6% nas cirurgias, de 36,9% no volume de partos e de 42,7% nos atendimentos diários. O Universitário ganhou ainda equipamentos de ultrassonografia, eletroencefalograma e tomografia, que já realizaram 40 mil procedimentos desde 2013.

O anúncio do investimento de R$ 50 milhões (R$ 30 milhões no HR e R$ 20 milhões no HU) foi feito na reta final da campanha para prefeito em 2012. Na época, adversários alegaram que a promessa havia sido feita para beneficiar o candidato do PSDB, Ortiz Junior, que acabou eleito - o tucano era o único a não defender a construção de um hospital municipal.

Após seis meses no cargo, o próprio prefeito passou a criticar a integração, sob a alegação de que o número de leitos oferecidos para pacientes de Taubaté é insuficiente. Desde 2014, defende que o município retome a gestão do HU..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO