São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Enem
Agosto 16, 2017 - 06:00

OVALE Enem - Fascículo 7


FASCÍCULO 7 - LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS

Dando continuidade ao trabalho de preparação para o ENEM, tratare¬mos, neste fascículo, das competên¬cias 3 e 4, que abrangem as habilida¬des de 9 a 14 da área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. Segundo a matriz de referência do ENEM, a competência de área 3 ava¬lia a capacidade de compreender e usar a linguagem corporal como rele¬vante para a própria vida, integradora social e formadora da identidade. Com relação à competência 4, o obje¬tivo é compreender a arte como saber cultural e estético gerador de signifi¬cação e integrador da organização do mundo e da própria identidade.

O próximo fascículo contemplará itens da área de Matemática e suas Tecnologias.

Bons estudos!

COMPETÊNCIA DE ÁREA 3: Compreender e usar a linguagem corporal como relevante para a própria vida, integradora social e formadora da identidade.

HABILIDADE 9: Reconhecer as manifestações corporais de movimento como originárias de necessidades cotidianas de um grupo social.

1.

Exoesqueleto possibilita que crianças com atrofia muscular espi¬nhal andem pela primeira vez

Macaque in the trees
OVALE Enem

A ciência e a tecnologia deram mais um importante passo: pesquisadores do CSIC (Consejo Superior de Inves¬tigaciones Científicas), na Espanha, desenvolveram o primeiro exoesque¬leto para crianças com atrofia muscu¬lar espinhal. Com o aparelho, essas crianças são capazes de ficar em pé e andar.

A atrofia muscular espinhal é uma do¬ença genética degenerativa que en-fraquece os músculos do corpo. Com o dispositivo, composto por diversos motores, sensores e um controlador de movimento, que imitam os múscu¬los humanos e suas as articulações, além de conseguir força e sustenta¬ção suficiente para andar e ficar em pé, a criança também, pela possibi¬lidade de movimento, previne o apa¬recimento de escoliose, osteoporose e insuficiência respiratória, condições atreladas à doença.

Disponível em: https://t.co/ZbWFc5670z. Acesso em: 30 jun. 2016.

Ao observar as limitações corporais impostas pela atrofia muscular espi¬nhal, pode-se perceber que o primei¬ro exoesqueleto desenvolvido para crianças

a) estancará os sintomas de doenças neuromusculares.

b) aprimorará o bem-estar psicológico de seus usuários.

c) reverterá os músculos já debilita¬dos pela doença.

d) substituirá os papéis de fisiotera¬peutas e terapeutas.

e) aumentará a relação de dependên¬cia entre paciente e cuidador.

---

COMPETÊNCIA 3

HABILIDADE 10: Reconhecer a necessidade de transformação de hábitos corporais em função das necessidades cinestésicas.

2.

Tatuagem ultravioleta pode apresentar riscos à saúde

Macaque in the trees
OVALE Enem

Talvez você tenha chegado a ver aquela tatuagem inspirada no Mapa do Maroto, de Harry Potter, que brilha no escuro. A imagem viralizou na in¬ternet e inspirou muitos fãs da saga de J. K. Rowling a quererem uma igual – e também fizeram muitas pessoas quererem seus próprios desenhos com tinta UV. O problema é que esse tipo de tatuagem pode não ser total¬mente seguro.

“Muitas tintas que brilham no escuro contêm fósforo, um elemento perigo¬so que pode ser incrivelmente tóxico para os humanos, dependendo de onde ele é derivado”, explica o cirur¬gião dermatológico Joel Schlessinger ao site Mic.

Disponível em: https://t.co/tDHdlhA75M. Acesso em: 30 jun. 2016.

O texto apresenta uma reflexão sobre saúde e tatuagem ultravioleta, desta¬cando que

a) a comunidade médica apoia a consolidação dessa técnica entre os jovens.

b) esse tipo de tatuagem apresenta riscos irrisórios à saúde dos que dela compartilham.

c) a quantidade de fósforo das tintas envolvidas no processo pode trazer danos à saúde.

d) dermatologistas são favoráveis ao uso desse tipo de tatuagem quando se sabe a origem do fósforo.

e) a pele jovem absorve o fósforo, evi¬tando, dessa maneira, danos ao bem¬-estar do indivíduo.

3.

Noites maldormidas podem gerar ansiedade e depressão

Pesquisa diz que cada hora a menos de sono aumenta a chance de de¬senvolver os distúrbios em 14%

Se você dorme mal e anda ansioso ou depressivo, saiba que esses pro¬blemas podem ter ligação. Um estudo feito com quase 21 mil jovens austra¬lianos entre 17 e 24 anos mostrou que a falta de sono adequado pode levar a várias formas de ansiedade.

O risco aumenta 14% a cada hora a menos de sono, tendo como base as oito horas que os especialistas reco¬mendam. Quem dorme seis horas por noite tem duas vezes mais propensão a desenvolver esses problemas do que quem dorme oito horas, segundo a pesquisa.

Os pesquisadores também descobri¬ram que o risco de começar os pro¬blemas psicológicos foi maior naque¬las pessoas que costumam dormir menos ainda. Quem passa apenas cinco horas na cama tem três vezes mais chances de desenvolver proble¬mas. Mas quem dorme sete horas por noite e tem boa saúde mental parece não ser impactado por não ter as re¬comendadas oito horas de sono.

Disponível em: http://revistagalileu.globo.com. Acesso em: 2 jul. 2016.

Segundo o autor, a ansiedade pode ser compreendida como

a) um mal que arrefeceu na socieda¬de contemporânea.

b) um problema relacionado ao ronco e à apneia noturna.

c) uma dificuldade psicológica de lidar com a depressão.

d) uma adversidade psicológica mais comum aos noctívagos.

e) um transtorno que atinge 14% das mulheres no mundo.

---

COMPETÊNCIA 3

HABILIDADE 11: Reconhecer a linguagem corporal como meio de interação social, considerando os limites de desempenho e as alternativas de adaptação para diferentes indivíduos.

4.

O esporte em função da educação e da sociedade

O ensino do esporte, a nosso ver, entre outras preocupações, deve promover a função de desenvolver o indivíduo como um todo, desenvol¬vimento que está diretamente inse¬rido na realidade de cada um, a fim de que possa compreender e trans¬formar. Dessa forma, o ensino ou a iniciação esportiva aparece relacio¬nada diretamente com as diferentes percepções sociais existentes hoje. À vista do exposto, esse trabalho de¬monstrou de forma crítica, através de um levantamento geral de dados em um projeto esportivo com vertentes sociais, que uma instituição privada e um órgão público podem constituir uma importante saída para vários problemas da prática esportiva face à situação socioeconômica e analisou o esporte como parte da educação e do desenvolvimento do ser humano. A carência de estudos que tratam da temática social e educacional em que o esporte está inserido tem prejudica¬do o desenvolvimento de propostas que, se melhor estimuladas, pode¬riam contribuir com a prática esporti¬va em função da problemática social e educacional, sendo, portanto, mais consequente.

UNITERMOS: esporte; educação; sociedade. Disponível em: http://tinyurl.com/k299egz

Depreende-se pela leitura do texto que

a) as práticas esportivas não interfe¬rem de forma exata no processo de transformação social pelo indivíduo.

b) o esporte, embora seja uma prática importante para a manutenção da saú¬de, não interfere de maneira alguma nas mudanças sociais.

c) o desenvolvimento do indivíduo, como parte social, pode ser motivado de forma direta através das práticas esportivas.

d) não há, devido aos avanços so¬ciais, a necessidade direta de investi¬mento algum no campo esportivo no Brasil.

e) seria desnecessária uma interven¬ção com relação à prática esportiva, pois a própria sociedade já se integrou de forma direta a tal prática.

---

COMPETÊNCIA DE ÁREA 4: Compreender a arte como saber cultural e estético gerador de significação e integrador da organização do mundo e da própria identidade.

HABILIDADE 12: Reconhecer diferentes funções da arte, do trabalho da produção dos artistas em seus meios culturais.

5.

O pianista italiano Ludovico Einaudi compõe e toca pela proteção do Ártico

Macaque in the trees
OVALE Enem

Envolto pela beleza magnífica do oceano Ártico – na companhia do frio, do silêncio e dos rangidos do gelo em movimento e queda –, o aclamado compositor italiano e pianista Ludovi¬co Einaudi tocou música que compôs especialmente para a ocasião: Elegia para o Ártico.

A inspiração veio das oito milhões de mensagens enviadas para a cam¬panha Vozes pelo Ártico, promovida pelo Greenpeace. Cada uma, a seu modo, pediu para que os líderes glo¬bais salvem a região das perfurações em busca de petróleo e das ameaças da pesca predatória.

Disponível em: http://conexaoplaneta.com.br. Acesso em: 30.jun. 2016.

O texto apresenta a obra do artista Lu¬dovico Einaudi, cuja performance se alinha a tendências contemporâneas e se caracteriza pela(o)

a) enclausuramento de sua obra em espaços convencionais de exibição de arte.

b) aproximação entre o artista e os problemas de seu tempo, como o des¬moronamento das geleiras.

c) desterritorialização de sua arte e pela despreocupação com problemas ecológicos.

d) ausência de teor crítico na compo¬sição de suas partituras musicais.

e) obediência ao rigor canônico na construção de suas apresentações.

6.

Museu de Cultura Afro recebe exposição da artista Graça Ramos

Macaque in the trees
OVALE Enem

“Um copo d’água para navegar” é tema da exposição da artista plásti¬ca Graça Ramos, que será aberta no Museu Nacional da Cultura Afro-Bra¬sileira (Muncab).

A mostra apresenta 30 obras, entre tinta acrílica sobre tela, técnica mista, desenhos e instalações, com memó¬rias retratadas da infância da artista em Feira de Santana, onde brincava de soltar barquinhos de papel nas po¬ças de água, nas bacias de alumínio e em copos d’ água.

Disponível em: http://tinyurl.com/j3qn5zl. Acesso em: 2 jul. 2016.

Com base nas informações oferecidas sobre a obra da artista Graça Ramos, pode-se reconhecer que sua produção

a) pretende se apresentar como um manual didático da história de Feira de Santana.

b) reproduz na diversidade de ma¬teriais a heterogeneidade da cultura brasileira.

c) contribui para o processo de elitiza¬ção das artes, pois se afasta do gran¬de público.

d) abandona o universo telúrico para dialogar com uma história mais univer¬sal e estrangeira.

e) inova ao propor a construção de obras que excluem o diálogo com o universo infantil.

---

COMPETÊNCIA 4

HABILIDADE 13: Analisar as diversas produções artísticas como meio de explicar diferentes culturas, padrões de beleza e preconceitos.

7.

O Surrealismo foi um movimento artístico e literário nascido em Pa¬ris na década de 1920, inserido no contexto das vanguardas que viriam a definir o Modernismo no período entre as duas Grandes Guerras Mun¬diais. Reúne artistas anteriormente ligados ao Dadaísmo, ganhando di¬mensão mundial. Fortemente influen-ciado pelas teorias psicanalíticas do psicólogo Sigmund Freud (1856-1939), o Surrealismo enfatiza o papel do inconsciente na atividade criativa. Um dos seus objetivos foi produzir uma arte que, segundo o movimento, estava sendo destruída pelo raciona¬lismo. O poeta e crítico André Breton (1896-1966) era o principal líder e mentor desse movimento.

Disponível em: www.infoescola.com.

Dentre os fragmentos textuais a se¬guir, aquele que contém traços notó¬rios do Surrealismo é:

a) Flores Astrais

Um grito de estrelas vem do infinito

E um bando de luz repete o grito

Todas as cores e outras mais

Procriam flores astrais

O verme passeia na lua cheia

Secos & Molhados

b) De Janeiro a Janeiro

Olhe bem no fundo dos meus olhos

E sinta a emoção que nascerá quando você me olhar

O universo conspira a nosso favor

A consequência do destino é o amor, pra sempre vou te amar

Roberta Campos

c) Não Mais Que Três Semanas

Não mais que três semanas

E sempre um sorriso quando lembro

Foi ano passado.

(Tão correto e tão bonito

O tempo é realmente um dos deuses mais lindos)

Legião Urbana.

d) Monomania

Já te fiz muita canção

São quatro, ou cinco, ou seis, ou mais

Eu sei demais

Que tá demais

Eu chego com um violão

Você só tá querendo paz

Você desvia pra cozinha

E eu vou cantando atrás

Clarice Falcão

e) Samurai

Cada inimigo seu vai te aplaudir de pé

Quando seu escudo for o seu olhar e sua espada sua fé

Quando a sua meta for felicidade, não vitória

Quem não se foca no presente não fica pra história

Irmão, você veio pra contar história ou pra escrever?

Me diz, o que realmente te faz feliz?

Sei que nem todos lá no fim do túnel buscam luz...

Projota

-

COMPETÊNCIA 4

HABILIDADE 14: Reconhecer o valor da diversidade artística e das inter-relações de elementos que se apresentam nas manifestações de vários grupos sociais e étnicos.

8.

Oficina de danças tradicionais afro-paulistas no CCJ

As aulas são uma continuidade da oficina de dança africana e mesclam tradições de ritmos tipicamente afro¬-paulistas, como o Jongo, Samba de Bumbo, Samba de Umbigada e Mo¬çambique de Bastões. Manifestações tão ricas e intensas, como outras da região Sudeste, mas que, muitas ve¬zes, são pouco exploradas.

Disponível em: https://t.co/2zlrbrnLHz. Acesso em: 2 jul. 2016.

Analisando a proposta da oficina de danças tradicionais afro-paulistas, po¬de-se reconhecer que

a) a identidade afro-paulista é bastan¬te singular e uniforme.

b) a dança de viés religioso foi retira¬da da programação.

c) a postura dos criadores prima por uma visão caricata de cultura afro-brasileira.

d) o respeito à diversidade étnica e cultural da população brasileira está no cerne da ação.

e) o movimento corporal e cultural é incapaz de reproduzir ideologias.

GABARITO

Macaque in the trees
OVALE Enem

Macaque in the trees
OVALE Enem

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO