São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Viver
Julho 27, 2017 - 22:16

Em Paraty, uma homenagem para Ruth Guimarães

Ruth Guimarães 2

Ruth Guimarães 2

Foto: /Divulgação

Escritora de Cachoeira Paulista nomeia na Flip um espaço dedicado a cultura caiçara e caipira

Agência Brasil @jornalovale
Paraty

A escritora Ruth Guimarães, natural de Cachoeira Paulista, é uma das homenageadas na Flip (Festa Literária Internacional de Paraty), que acontece até o próximo dia 30 de julho. Desde esta quinta-feira (27), a sede do instituto Silo Cultural, criado no município carioca em 2001, será transformado na Casa Ruth Guimarães.

A homenagem à escritora faz parte do projeto do instituto Assim na Serra como no Mar e reúne uma intelectual de alma caipira com elementos da cultura caiçara.

Segundo o criador do instituto, Luís Perequê, Ruth registrou em vários de seus escritos os traços culturais similares do caiçara e do caipira.

BIOGRAFIA.

Nascida em Cachoeira Paulista e morta em 2014, a escritora foi aluna de Mário de Andrade e amiga de outros grandes escritores nacionais, como Guimarães Rosa, Jorge Amado, Antonio Candido.

Para fazer o contraponto com o mar, a Casa Ruth Guimarães vai apresentar ao público atrações caiçaras e caipiras de Ubatuba (SP). Da programação constam leitura de textos da autora, apresentação de palhaços, exibição de documentários e uma exposição sobre a vida e a obra da escritora, com a coleção completa de livros publicados.

A exposição é coordenada pela tradutora e escritora Júnia Botelho, filha da homenageada. Nesta sexta-feira (28), o filho da escritora, Joaquim Maria Botelho, que é crítico literário e foi presidente da Associação dos Escritores do Brasil, vai mediar discussão sobre a obra da mãe, em mesa que contará com a participação do ator e escritor Lázaro Ramos.

No sábado (29), escritores de Ubatuba terão a oportunidade de se encontrar com Joaquim Maria Botelho. O encerramento da reunião estará a cargo do grupo musical Fandango Caiçara de Ubatuba, que reúne mestres e aprendizes do ritmo musical que representa a cultura tradicional local.

No domingo, às 13h30, a banda musical Lira Padre Anchieta de Ubatuba acompanha os escritores em um cortejo pelas ruas do centro histórico, saindo do Território da Flipinha, espaço da Flip dedicado ao público infantil e juvenil..

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO