São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Julho 14, 2017 - 23:26

Relatório da Arena de São José sai em agosto e prevê fim da obra em 30 meses

Arena de Esportes

Parado. Placa da obra mostra que Arena de Esportes deveria ter sido concluída em meados de 2014

Foto: /Rogério Marques/OVALE

Resultado parcial do diagnóstico aponta que obra da Arena de Esportes, em São José, levará 30 meses para ser entregue depois de retomada. Além do ginásio, é preciso construir estacionamento e modificar sistema viário

João Paulo [email protected]
São José dos Campos

O secretário de Gestão Habitacional e Obras de São José dos Campos, José Turano Júnior, conclui em agosto deste ano o diagnóstico da Arena de Esportes, no bairro Jardim das Indústrias, região oeste da cidade.

Resultado parcial do trabalho aponta que a obra, depois de retomada, levará 30 meses para ser entregue. A previsão inclui o término do complexo esportivo, a construção do estacionamento e modificações do sistema viário.

Também será preciso recuperar parte do material deixado no canteiro de obras, abandonado em 2013.

A questão financeira é o principal entrave para o governo Felicio Ramuth (PSDB). O prefeito, ao receber o diagnóstico em agosto, precisará levantar recursos para finalizar o projeto.

Oito profissionais da prefeitura trabalham nesse diagnóstico, inclusive calculando os valores para duas prováveis licitações, uma para o ginásio e outra para o sistema viário. Existe ainda a alternativa de retomar o contrato com a construtora Recoma.

"O prefeito vai decidir em que época do mandato ele vai levantar os recursos e retomar a obra. Mas está no programa de governo concluir a Arena. Então, vai ser dentro de quatro anos", afirmou Turano em entrevista a OVALE.

RELÓGIO.

Faltando 41 meses para o fim do mandato, e com a obra completa prevista para 30 meses, Felicio precisaria viabilizar o projeto financeiramente nos próximos 11 meses.

Só o ginásio vai levar 18 meses para ser finalizado. O estágio da obra está em 40%.

Hoje, não há dinheiro suficiente para concluir o projeto, licitado em 2011 a um custo de R$ 33,3 milhões. A construção da Arena está parada desde o início do governo Carlinhos Almeida (PT) em 2013.

O complexo, que desde o início acumula polêmicas, teve aditamentos considerados irregulares pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) e foi alvo de investigação na Câmara, liderada por aliados da gestão Carlinhos. A comissão não provou sobrepreço na obra.

HERANÇA.

A bancada do PT argumenta que a obra já estava atrasada e comprometida na gestão tucana em 2012. Os petistas ainda dizem que receberam a administração, em janeiro de 2013, sem recursos em caixa para concluir o projeto..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO