São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Brasil
Julho 12, 2017 - 19:30

Defesa de Lula diz que não há 'evidência crível' de culpa

Brasília- DF- Brasil- 12/01/2017- Ex-presidente Lula participa do 33 Congresso da CNTE. Foto: Filipe Araújo

Lula. Ex-presidente é réu no processo que tramita no Paraná

Foto: Divulgação

Redação
São Paulo

Horas após a publicação da decisão do juiz federal Sérgio Moro que condena o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção ativa, no âmbito da Operação Lava Jato, a defesa do petista se pronunciou afirmando que ele é alvo de uma investigação 'politicamente motivada' e que não há 'nenhuma evidência crível de culpa'.

"O juiz Moro deixou seu viés e sua motivação política claros desde o início até o fim deste processo. Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político, ao mesmo tempo em que dirige violações contínuas dos direitos humanos básicos e do processo legal. O julgamento prova o que argumentamos o tempo todo - que o juiz Moro e a equipe do Ministério Público na Lava Jato foram conduzidos pela política e não pela lei", afirmam os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins.

Clique aqui e confira a íntegra da nota.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO