São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Brasil
Maio 19, 2017 - 13:46

Delator diz pagou R$ 4,7 milhões em 'mensalinho' a Temer

15/05/2017- Brasília - DF, Brasil- Presidente Michel Temer durante entrevista para o programa Frente a Frente da Rede Vida..Foto: Marcos Corrêa/PR

15/05/2017- Brasília - DF, Brasil- Presidente Michel Temer durante entrevista para o programa Frente a Frente da Rede Vida..Foto: Marcos Corrêa/PR

Foto: /Divulgação

Redação
Brasília

O empresário Joesley Batista, um dos donos do grupo JBS, afirmou que, a pedido de Michel Temer (PMDB), aceitou fazer pagamentos totais de R$ 4,7 milhões, entre 2010 a 2017, para as mãos do marqueteiro Elsinho Mouco, ligado ao presidente da República. A informação é do jornal Folha de São Paulo.

A informação consta no acordo de delação premiada homologada pelo Supremo Tribunal Federal e divulgada nesta sexta-feira. De acordo com a reportagem do jornal, Joesley afirma que o atual presidente pediu, durante a campanha eleitoral de 2010 na qual ainda era vice na chapa de Dilma Rousseff (PT), que pagasse R$ 3 milhões em propinas, divididas em 'doação fiscal' e para uma empresa em nome do marqueteiro. Além disso, haveria um 'mensalinho' de R$ 100 mil.

Segundo o empresário, Temer ainda voltou a solicitar o pagamento de R$ 3 milhões em 2012, dessa vez para a campanha do então candidato a prefeito de São Paulo Gabriel Chalita (PMDB). "Os valores foram pagos por meio de caixa 2, mediante diversas notas fiscais", teria dito Joesley.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO