São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Viver
Abril 21, 2017 - 01:13

Comédia sobre a maturidade

Theresa Amayo e Lady Francisco em "Tricotando", peça em cartaz em São José.

Foto: Divulgação /

Aos 83 anos, Theresa Amayo traz a São José a peça 'Tricotando'

Paula Maria Prado
São José dos Campos

"Felicidade é estar viva, trabalhando, ajudando sempre, atenta ao que nos cerca, estudando, enfrentando as surpresas do dia a dia. Somos felizes aos pouquinhos. Quando juntamos os muitos pouquinhos felizes, nos sentimos plenos de felicidade", cravou Theresa Amayo. "A maturidade tem suas vantagens", diverte-se.

A atriz, aos 83 anos, sabe exatamente do que está falando. Cerca de 12 anos depois de perder a filha e o neto e o genro em um tsunami que atingiu a Tailândia, em 2005, ela soube se reinventar e segurar as pontas como ninguém.

"A vida continua. Temos que enfrentá-la com coragem. E muita fé nos sagrados desígnios divinos. Deus permitiu que minha neta sobrevivesse. Ela e meu filho Rodrigo precisavam de mim. Eu tinha que ser forte", disse.

E é essa força que ela traz neste final de semana a São José dos Campos na comédia "Tricotando", em cartaz nesta sexta (21), sábado (22) e domingo (23), no teatro Colinas (av. São João, 2.200). Ingressos custam R$ 60.

COMPORTAMENTO.

Na trama, que se passa na sala de espera de um consultório médico, duas senhoras, enquanto esperam pelo atendimento, compartilham suas alegrias e dificuldades diárias, falando da terceira idade de uma forma descontraída.

Teresa vive no palco a conservadora Lia, que alimenta um ciumento interesse pelo belo e jovem médico que a atende. "Na vida real, não me considero conservadora. Sou uma mulher atenta ao mundo onde vivo e capaz de digerir as mudanças sociais e, consequentemente, às mudanças comportamentais iniciadas com maior vigor a partir dos anos 60", afirmou.

A artista, aliás, afirma admirar o posicionamento libertário das mulheres. "Admiro a vocação guerrilheira na defesa dos sagrados direitos à liberdade em todas as vertentes. É necessário, no entanto que as conquistas alcançadas não sejam devoradas pelos mecanismos que se escondem na própria vitória", disse..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade  
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO