São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Abril 27, 2017 - 00:14

Promotoria investiga se governo 'furou fila' de credores em São José

José de Mello Correa - Audiência Publica LDO ( Lei de Direstrizes Orçamentárias ) 2018

Finanças. José de Mello Correa é responsável pelos pagamentos

Foto: /Claudio Vieira / PMSJC

MP vai apurar frequentes 'quebras na ordem cronológica de pagamentos' a fornecedores da Prefeitura de São José

João Paulo Sardinha
São José dos Campos

O Ministério Público abriu nesta terça-feira inquérito civil para investigar possíveis irregularidades cometidas pelo governo Felicio Ramuth (PSDB) no pagamento de fornecedores da administração.

A 7ª Promotoria de Justiça vai apurar as frequentes "quebras na ordem cronológica de pagamentos". A administração estaria desrespeitando a fila de credores. Só casos de extrema relevância ao interesse público justificam a prática.

Entre os privilegiados, estão empresas que prestam serviços de comunicação, cronometragem de corridas de rua e fornecimento de copo de café. No primeiro trimestre, foram 358 quebras. A prática também foi adotada no governo Carlinhos Almeida (PT).

A representação no MP foi encaminhada pelo líder do PT na Câmara, Wagner Balieiro (PT), no último dia 7 de abril. O parlamentar também protocolou ação no TCE (Tribunal de Contas do Estado). "É grave, uma afronta à Lei de Licitação", afirmou Balieiro

OUTRO LADO. A prefeitura disse que foi notificada e tem 30 dias para se manifestar. "O uso da quebra cronológica de pagamento é necessário para pagar as dívidas deixadas pelo governo do PT, no total de R$ 185 milhões", disse em nota.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade  
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO