São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Nossa Região
Abril 20, 2017 - 00:08

Felicio tem 'BBB' particular direto de gabinete no Paço

Cameras do COI, Centro de Operações Integradas

Foto: Claudio Vieira / PMSJC /

Em tempo real, prefeito de São José consegue acompanhar quase 500 câmeras de monitoramento de toda a cidade; em dois cliques, acessa imagens de todas as regiões

Caíque Toledo
São José dos Campos

Tudo o que acontece nas ruas da cidade. Em dois cliques, o prefeito Felicio Ramuth (PSDB) consegue, direto de seu gabinete no sétimo andar do Paço Municipal, acessar qualquer uma das 491 câmeras de monitoramento de São José dos Campos, em tempo real.

O 'BBB' de Felicio é usado, segundo o próprio prefeito, principalmente quando há alguma ocorrência em algum local específico -- como pontos afetados pela chuva ou obras.

Atualmente, o COI (Centro de Operações Integradas) de São José tem imagens acompanhadas pela Defesa Civil e pela Polícia Militar. A meta do governo é ampliar o total de câmeras para 700 até o fim dessa gestão, integrando também a Polícia Rodoviária e o Corpo de Bombeiros. A Polícia Civil começou a receber, nessa semana, um terminal de monitoramento para ter acesso às imagens dentro da sede da DIG (Delegacia de Investigações Gerais).

Paredão.

Ao receber OVALE para uma entrevista sobre os 100 dias de governo, Felicio mostrou como funciona seu 'BBB' particular. De sua mesa, controla o mouse que movimenta qualquer uma das câmeras para os lados, além de aumentar e diminuir o zoom.

É fácil, também, selecionar qual rua será monitorada -- além de vias em todas as regiões das cidades, as câmeras do COI estão em prédios públicos, como UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), UBSs (Unidades Básicas de Saúde), escolas, parques, conjuntos poliesportivos e a própria prefeitura.

Parceria.

De acordo com a prefeitura, dar acesso às imagens para forças de segurança pública é uma forma de melhorar o combate à violência na cidade. A iniciativa pode auxiliar os policiais em investigações de crimes como assaltos, homicídios e no mapeamento de pontos do tráfico de drogas.

Com essa parceria não será preciso mais de fazer documento para ter acesso às imagens. Toda burocracia será eliminada. Ganhamos em tempo, o que permite ter respostas mais rápidas sobre as investigações e atuações”, disse o delegado Seccional de São José, Antônio Álvaro Sá de Toledo, sobre a instalação das câmeras na DIG.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade  
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO